Desembolsos do BNDES crescem 30% no primeiro trimestre


Na contramão, as aprovações de novos financiamentos totalizaram tiveram queda de 38% no período. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou nesta quinta-feira (25) que os desembolsos no primeiro trimestre deste ano cresceram 30% na comparação com o mesmo período de 2018. Ao todo, as liberações somaram R$ 14,48 bilhões.
Na contramão, as aprovações de novos financiamentos pelo banco totalizaram R$ 9,9 bilhões e tiveram queda de 38% no período, enquanto as consultas recuaram 41%, para R$ 8,34 bilhões.
Numa análise detalhada, o setor de infraestrutura foi responsável por 48,1% (R$ 6,96 bilhões) dos recursos desembolsados pelo BNDES. Em seguida, apareceram agropecuária (24,4% do total ou R$ 3,54 bilhões), indústria (17,9% ou R$ 2,59 bilhões) e comércio e serviços (9,6% ou R$ 1,39 bilhão).
Sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fica no Centro do Rio de Janeiro
Divulgação/BNDES
Porte das empresas
Para as pequenas e médias empresas, os desembolsos somaram R$ 6,25 bilhões no primeiro trimestre, crescimento de 3% na comparação com o mesmo período do ano passado.
Já as grandes empresas receberam R$ 8,23 bilhões, alta de 61% no período.