Covid: Unicamp suspende atividades presenciais a partir desta terça-feira


Medida ocorre em virtude do aumento de casos e internações pelo novo coronavírus no estado de São Paulo. Segundo a reitoria, atividades acadêmicas e administrativas deverão continuar ocorrendo por modo remoto. Estudantes no campus da Unicamp, antes da pandemia
Antonio Scarpinetti / Unicamp
A Unicamp anunciou a suspensão das atividades presenciais não essenciais nos campi de Campinas (SP), Piracicaba (SP) e Limeira (SP) a partir desta terça-feira (26). A medida ocorrer em virtude do aumento de casos e internações da Covid-19 no estado de São Paulo e, segundo a reitoria, irá vigorar até uma nova reclassificação da região à fase amarela do Plano SP.
A resolução 04/2021, publicada nesta segunda-feira (25), determina que as atividades acadêmicas e administrativas são consideradas não essenciais, e devem ocorrer de modo remoto, sendo que os servidores que atuam nessas áreas irão permanecer de quarentena ou em tele-trabalho.
A reitoria ainda listou uma série de atividades consideradas essenciais, e que permanecem sendo realizadas de forma presencial. São elas:
as atividades assistenciais de saúde e hospitalares, inclusive as atividades do CEB;
as atividades administrativas de suporte às atividades assistenciais de saúde;
serviço de limpeza das áreas hospitalares e demais áreas em funcionamento presencial;
serviço de vigilância;
serviço de alimentação;
serviços administrativos necessários para a continuidade do funcionamento da Universidade;
serviços de suporte de TI;
atividades que requerem cuidados pessoais, como biotérios, estufas, e equipamentos de grande porte que não podem ser desligados.
Nova suspensão
Primeira universidade pública brasileira a interromper as atividades por conta da pandemia, em 13 de março de 2020, a Unicamp deu início ao plano de retomada gradual das atividades presenciais em outubro do ano passado e previa, para janeiro de 2021, voltar a 100%.
Na resolução assinada pelo reitor Marcelo Knobel, a universidade destaca que a decisão tem como base a necessidade de se evitar aglomerações e a manutenção do controle da transmissão da Covid-19, sendo que “a prevenção por meio do afastamento social é uma das medidas eficazes no combate à pandemia”.
Vista aérea do campus da Unicamp, em Campinas (SP)
Reprodução/EPTV
Infográfico mostra quais são os erros e acertos ao usar a máscara
G1
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas