Cooxupé divulga exportação de 3,92 milhões de sacas de café em 2018


Maior cooperativa do setor no Brasil havia embarcado pouco mais de 4 milhões de sacas em 2017. Greve dos caminhoneiros afetou desempenho. Entidade terá novo presidente. Cooxupé alcançou faturamento de R$ 3,793 bilhões em 2018
Divulgação
A Cooxupé exportou 3,92 milhões de sacas de 60 kg de café em 2018, frente a pouco mais de 4 milhões de sacas no ano anterior, informou em comunicado nesta sexta-feira (29). A maior cooperativa brasileira do setor também anunciou mudanças na sua diretoria, com um novo presidente executivo.
Segundo a Cooxupé, o recebimento de café pela cooperativa no ano totalizou um recorde de 6,45 milhões de sacas, contra 5,2 milhões de sacas em 2017.
“As exportações diretas só não foram maiores por conta da greve dos caminhoneiros ocorrida em maio, no entanto o resultado ainda ficou dentro do esperado”, disse em nota o presidente da Cooxupé, Carlos Paulino.
Segundo a cooperativa, a produção de café arábica em 2018 em sua área de atuação (Sul de Minas Gerais, Cerrado Mineiro e Média Mogiana Paulista) atingiu 8,4 milhões de sacas, consideravelmente acima das 6,68 milhões de sacas de 2017.
A Cooxupé reportou um faturamento de R$ 3,793 bilhões em 2018, com sobras de quase R$ 144 milhões, 42% acima do ano anterior, e distribuição de pouco mais de R$ 50 milhões aos cooperados.
Nova diretoria
Após assembleia geral, a Cooxupé ainda divulgou nesta sexta-feira uma nova diretoria. A presidência será assumida nos próximos quatro anos por Carlos Augusto Rodrigues de Melo, que anteriormente atuou como vice-presidente.
Carlos Paulino, presidente por quatro mandatos consecutivos, desde 2003, passará a ser membro do Conselho de Administração da Cooxupé, que também foi renovado durante a assembleia.