Coinbase diz que hackers roubaram criptomoedas de pelo menos 6 mil clientes


Roubo aconteceu entre março e maio de 2021 após cibercriminosos explorarem uma falha no processo de recuperação de conta oferecido pela empresa. Representação da criptomoeda bitcoin
Reuters/Dado Ruvic
A corretora de criptomoedas Coinbase Global informou nesta sexta-feira (1º) que hackers roubaram contas de pelo menos 6 mil de seus clientes. Os usuários atingidos pelo ataque receberam um comunicado da empresa.
O roubo ocorreu entre algum período em março e 20 de maio deste ano, segundo uma cópia do comunicado publicado no site da Promotoria da Califórnia.
Bitcoin: o que explica sobe e desce da criptomoeda
‘Perdi R$ 3,6 milhões em golpe com bitcoin’
Empresas vítimas de ransomware precisam avisar sobre ataque?
Terceiros não autorizados exploraram uma falha em um processo de recuperação de conta da companhia para obter acesso às contas das vítimas e transferir recursos para carteiras de criptomoedas não associadas com a Coinbase, afirmou a empresa.
“Imediatamente consertamos a falha e temos trabalhado com estes clientes para retomarem o controle de suas contas e reimbolsá-los pelos recursos perdidos”, afirmou um porta-voz da Coinbase.
Os hackers precisaram saber emails, senhas e números de telefone associados às contas afetadas da Coinbase, além de terem acesso a emails pessoais, afirmou a companhia.
A Coinbase afirmou que não há evidência que indique que as informações foram obtida a partir da companhia.
Como funciona o bitcoin