Clube de comédia vira ‘escola’ para drag queens na Rua Augusta, em São Paulo


Com performances inéditas toda semana e votação do público, concurso Drag Nights é comandado por Alexia Twister e Thelores Drag e chega à terceira temporada. Clube de comédia vira ‘escola’ para drag queens na Rua Augusta, em SP
O tema é… fetiche. Em uma das inúmeras “portinhas” com fila numa noite da Rua Augusta, em São Paulo, um público de idades variadas espera para ver o resultado da criatividade de cinco drag queens que tiveram uma semana para bolar uma performance – mais figurino, peruca e maquiagem – sobre o tema que a própria plateia escolheu.
Atender à vontade dos espectadores não é fácil. Nas duas primeiras temporadas, as participantes do concurso Drag Nights já precisaram inventar números sobre dinossauros, pecado, “Mad max” (o filme) e tiveram até que “trocar” de personalidade com a coleguinha no palco…
Já passaram pelo elenco artistas de 18 a 40 anos – não existe limite de idade – e também mulheres drag queens, é claro.
No camarim do Clube Barbixas de Comédia, as concorrentes dão os últimos retoques na montação
Celso Tavares/g1
No dia em que a reportagem esteve no camarim, era a reta final da segunda temporada. Enquanto as concorrentes davam últimos retoques na montação, nada de gritaria e nem música alta: as cinco se diziam nervosas para a semifinal.
Casa de shows de drag queens em SP faz 25 anos reverenciada até por Pabllo Vittar
As ‘profes’
O concurso Drag Nights é comandando por Alexia Twister e Thelores Drag
Celso Tavares/g1

O concurso acontece todas as sextas-feiras no Clube Barbixas de Comédia, que leva o nome do conhecido grupo de improviso paulistano. Foi ideia deles abrir espaço uma vez por semana à arte drag em meio à programação de humor.
Para isso, chamaram Thelores Drag. Veterana em produção e apresentação, a artista esteve à frente de outro concurso, o Cacilda, realizado em teatros da prefeitura em 2019 e 2020.
Ao lado dela está Alexia Twister, dona de um dos nomes mais famosos da arte drag no Brasil, parceira de Gloria Groove em “Nasce uma rainha”, da Netflix.
Thelores Drag, Bixa Fina e Alexia Twister, durante a semifinal da competição de drag queens ‘Drag Nights – Segunda Temporada’
Celso Tavares/g1
As duas “profes” são exigentes: trocam ideias e ensaiam com as concorrentes durante a semana e se desdobram em apresentadoras toda sexta. Tudo com muito bom humor.
Com um chicotinho na mão, Alexia mostrava que também iria brincar com o tema do fetiche na semifinal – calma, que é sem violência. Thelores ajeitava a fantasia de “homem da construção civil”… mas sem abrir mão das unhas vermelhas.
De RuPaul a Pabllo: drag queens ganham o pop, a TV e as gírias
Aquela noite teve ainda uma “mestra” convidada: Danny Cowlt, outra veterana da arte drag, famosa pela estética andrógina, dublagem perfeita, corpo saradíssimo quase todo descoberto e muita sensualidade.
Danny Cowlt durante participação na semifinal ‘Drag Nights – Segunda Temporada’
Celso Tavares/g1
Antes de dar “aula”, ela dissipou um pouco da tensão das “novinhas”, entrando no camarim para dar abraços. Foi o tempo de as luzes se apagarem e o show começar com casa cheia.
‘Chicote, algema, corda de alpinista’
Dmittry durante a semifinal da competição de drag queens ‘Drag Nights – Segunda Temporada’
Celso Tavares/g1
O remix que virou hit do Tik Tok não faltou. Mas se misturou com outros estilos musicais e estéticos: drag barbada, drag-senhora e um nu com mensagem potente sobre gordofobia.
Catarina Klein durante a semifinal da competição de drag queens ‘Drag Nights – Segunda Temporada’
Celso Tavares/g1
Coube ao público, como é regra no concurso, decidir as eliminadas – e, consequentemente, as 3 finalistas. E também sugerir e eleger o tema da final: “divas”, uma tradição drag, superou “zoológico” e “super-heróis” na votação.
“Tem que dar uma filtrada senão pode sair (o tema) paralelepípedo”, brinca Thelores.
Plateia durante a final da competição de drag queens ‘Drag Nights – Segunda Temporada’
Celso Tavares/g1
A apresentadora diz que o diferencial do evento, além da intervenção da plateia, é o fato de a dinâmica do concurso estar sempre se renovando, a fim de surpreender quem assiste. Eliminadas podem retornar, vencedoras da noite ganham “poderes” para a etapa seguinte, e por aí vai.
Quem ensina também aprende
Uma semana depois da “noite do fetiche”, as três finalistas levaram ao palco suas versões das “divas” Shakira (Drag Dmittry), Beyoncé/Gaga (Dislexa) e Freddie Mercury (Bixa Fina).
Dmittry, Dislexa e Bixa Fina, durante a final da competição de drag queens ‘Drag Nights – Segunda Temporada’
Celso Tavares/g1
A vitória de Dmittry foi decidida numa disputa concorridíssima de bastões iluminados – é assim que o público vota.
A “profe” Alexia deixou uma lição ao fim da noite: “Tenho 25 anos de drag, acho isso bastante respeitável, e nunca venci um concurso. Vencer não é o que faz de você uma grande artista. É entender que você influencia pessoas, que o seu trabalho educa, faz as pessoas sonharem. A trajetória conta muito mais”.
Drag queen é questão de gênero?
Mais que uma letra: o significado de LGBTQIA+
Bixa Fina, Dislexa, Dmittry, Thelores Drag e Alexia Twister, durante a final da competição de drag queens ‘Drag Nights – Segunda Temporada’
Celso Tavares/g1
Ao g1, enquanto prepara o elenco da terceira temporada, que estreia nesta sexta-feira (20), ela conta que também aprende com suas “alunas”. “Nossa arte está sempre se movimentando. O que era ‘regra’ há 5 anos, já caiu por terra”, explica.
“Drag com barba, (com) maquiagem ou não, as próprias mulheres fazendo drag… isso tudo é recente. Todas as formas de expressão artística agregam e transformam o que eu aprendi. É uma arte tão subjetiva… e é isso que faz drag ser tão plural e tão bonito”, finaliza Alexia.
Serviço:
Drag Nights – 3ª temporada
Onde: Clube Barbixas (Rua Augusta, 1.129, Consolação, São Paulo-SP)
Quando: sextas-feiras, às 23h30
Ingressos: R$ 40
Mais informações: @dragnights no Instagram
Alexia Twister durante a semifinal da competição de drag queens ‘Drag Nights – Segunda Temporada’
Celso Tavares/g1
Thelores Drag durante a semifinal da competição de drag queens ‘Drag Nights – Segunda Temporada’
Celso Tavares/g1