Clint Eastwood ganha ação de US$ 6,1 milhões por uso de seu nome para vender canabidiol


Artista de 91 anos acusou empresa lituana de ter usado sua imagem em fraudes online para vender produtos com o composto não-psicoativo da cannabis. Clint Eastwood em Cannes
AP Photo/Thibault Camus
Clint Eastwood ganhou ação judicial nesta sexta-feira (1º) pelo uso fraudulento de seu nome para vender produtos de canabidiol (CBD).
O astro de 91 anos e a empresa Garrapata, que detém os direitos de sua imagem, devem receber US$ 6,1 milhões (R$ 32,7 milhões) de uma empresa lituana pelo uso de sua imagem para vender óleo de CBD, gomas e outros produtos.
Leia mais: ‘Cry Macho’ vale pela perseverança de Clint Eastwood como ator e diretor
US$ 6 milhões foram pelo uso não autorizado de seu nome e imagem pela empresa, e cerca de US$ 95 mil foram pelos honorários dos advogados, além de uma liminar que bloqueia o uso futuro de seu nome e imagem associados aos produtos.
O CBD é um composto não-psicoativo da cannabis e também é derivado da planta de cânhamo. Foi legalizado nos EUA em 2018.
“O sr. Eastwood não possui e nunca teve nenhuma associação com a fabricação, promoção e/ou venda de qualquer produto de CBD”, afirma o processo.
Falsa entrevista
Clint Eastwood numa cena de “Cry Macho: O caminho para redenção”
Divulgação
Eastwood já entrou com dois processos na Justiça americana contra três fabricantes e comerciantes de CBD e lojas online online.
O primeiro cita um artigo de notícias online com uma suposta entrevista na qual Eastwood diz que está desenvolvendo uma nova linha de CBD e está “se afastando dos holofotes para dedicar mais tempo ao seu negócio de bem-estar”.
Eastwood, diretor e ator premiado com o Oscar, raramente apoia qualquer coisa, segundo o processo. Além disso, ele “não expressa um ponto de vista sobre os produtos de CBD ou sobre a indústria legítima de CBD”, afirmou seu representante.
A segunda ação afirma que código de programação foi usado para inserir ilegalmente o nome da Eastwood em algumas pesquisas online de produtos CBD.
Veja também: os 15 filmes que marcaram os últimos 15 anos
G1 15 anos: Os 15 filmes que se destacaram no cinema