Cineasta Suzana Amaral morre em São Paulo


Ela estava internada no Hospital Sírio-Libanês, que não tem autorização para informar a causa da morte. Ela foi premiada por dirigir o filme “A Hora da Estrela”, baseado no livro homônimo de Clarice Lispector. A cineasta Suzana Amaral
Reprodução/Youtube
A cineasta Suzana Amaral morreu no final da tarde desta quinta-feira (26) no Hospital Sírio-Libanês, no Centro de São Paulo. Ela dirigiu o filme “A Hora da Estrela”, inspirado no livro de Clarice Lispector e premiado em Berlim.
O Hospital informou que não tem autorização da família para falar a causa da morte. Segundo o hospital, ano passado, ela teve um AVC e ficou com a saúde fragilizada.
Suzana Amaral nasceu em São Paulo em 1932. Com formação em cinema pela Escola de Comunicação Social e Artes da USP, cursado entre 1968 e 1971. Sua estreia como diretora se deu em 1971 com o curta “Sua majestade piolim” sobre o famoso palhaço e suas ligações com o teatro popular; e com “Semana de 22”, um panorama da Semana de Arte Moderna.