Celulares dobráveis da Samsung, Galaxy Z Fold 3 e Galaxy Z Flip 3, chegam ao Brasil


O modelo Fold é maior e, quando aberto, lembra um tablet. Já o Flip tem estilo mais compacto, que com um aspecto mais parecido com os celulares de antigamente. Galaxy Z Fold 3 e Galaxy Z Flip 3
Divulgação/Samsung
A Samsung anunciou nesta quarta-feira (15) a chegada da sua nova geração de smartphones dobráveis, o Galaxy Z Fold 3 e o Galaxy Z Flip 3, ao Brasil.
O modelo Fold é maior e, quando aberto, lembra um tablet. Já o Flip tem estilo mais compacto, que com um aspecto mais parecido com os celulares de antigamente, por isso o nome.
Motorola One Fusion, Samsung Galaxy M21s e Xiaomi Redmi 9C: qual faz a melhor selfie?
DICAS: como aproveitar melhor a câmera de selfie
Veja os detalhes de cada um:
Galaxy Z Fold 3
Samsung Galaxy Z Fold 3: veja como é o smart dobrável
O Z Fold 3 não trouxe grandes adições em relação ao seu antecessor.
Na parte de dentro há uma tela de 7,6 polegadas, com foco no uso multitarefas e que pode ser utilizado parcialmente dobrado. Por fora há uma tela de 6,2 polegadas, para visualizar notificações e responder mensagens sem precisar abrir o celular.
Galaxy Z Fold 3
Divulgação/Samsung
A grande mudança desse modelo é a compatibilidade com a S Pen, a canetinha da Samsung. Porém, ela não vem na caixa: é preciso comprá-la separadamente e haverá um modelo específico para o aparelho dobrável.
A fabricante também colocou a câmera da parte de dentro do celular sob os pixels da tela – a intenção é “mascarar” o círculo em que fica o sensor. (Veja a ficha técnica do aparelho ao final da reportagem.)
Galaxy Z Flip 3
Samsung Galaxy Z Flip 3: veja como é o smart
O Z Flip 3 mudou mais em relação ao seu antecessor – essa é a segunda geração do modelo, mas a Samsung pulou um número no nome.
O Galaxy Z Flip 3 não tem suporte à S Pen e foca mais no visual, em vez de muitas funcionalidades.
A grande novidade é a tela externa maior – passou de 1,1 polegada para 1,9 polegada. Isso vai permitir visualizar uma notificação completa sem precisar abrir o telefone, por exemplo. A tela interna continua com 6,7 polegadas. (Veja a ficha técnica do aparelho ao final da reportagem.)
Galaxy Z Flip 3
Divulgação/Samsung
Aposta em dobráveis
Esses celulares são uma aposta da Samsung em um mercado que não apresenta grandes revoluções em termos de design há alguns anos.
Os celulares dobráveis da Samsung já estão em sua terceira geração – o primeiro foi lançado em 2019 – mas ainda parecem ter um longo caminho pela frente para conquistar o público.
Além de serem muito caros, os telefones ainda são mais grossos e pesados na comparação com os smartphones tradicionais.
Galaxy Z Fold 3
Divulgação/Samsung
Há ainda preocupações com a durabilidade. O primeiro Galaxy Fold chegou a ter seu lançamento adiado por um problema de projeto: a tela poderia quebrar se uma película fosse removida.
A Samsung disse que Galaxy Z Fold 3 tem tela 80% mais resistente em relação ao modelo anterior e que o Flip 3 é 30% mais forte.
O Galaxy Z Fold 2 foi lançado no país em outubro de 2020 por R$ 13.999, se tornando o telefone mais caro à venda no país. Já o Galaxy Z Flip chegou em fevereiro de 2020 com preço sugerido de R$ 8.999.
Ficha técnica dos smartphones
Galaxy Z Fold 3:
Tela interna: 7,6 polegadas
Tela externa: 6,2 polegadas
Câmera traseira: tripla, todos com sensores de 12 MP. Uma lente ultrawide, outra grande-angular e uma telefoto (com zoom óptico de 2x)
Câmera da tela maior: 10 MP
Câmera da tela menor: 4 MP
Processador: Qualcomm Snapdragon 888 octa-core
Memória RAM: 12 GB
Armazenamento: 256 GB e 512 GB
Capacidade da bateria: 4.400 mAh
Resistência à água: sim
Sistema operacional: Android 11
Galaxy Z Flip 3:
Tela interna: 6,7 polegadas
Tela externa: 1,9 polegadas
Câmera traseira: dupla, ambas com sensores de 12 MP. Uma lente ultra wide e outra grande- angular
Câmera da frontal: 10 MP
Processador: Qualcomm Snapdragon 888 octa-core
Memória RAM: 8 GB
Armazenamento: 128 GB e 256 GB
Capacidade da bateria: 3,300 mAh
Resistência à água: sim
Sistema operacional: Android 11
Veja como fazer uma selfie bem maneira:
5 dicas para aproveitar a câmera de selfies do seu celular