Tanzânia faz teste de gravidez em alunas e expulsa gestantes da escola

Estima-se que, por ano, 8 mil meninas são expulsas das escolas por engravidarem

Estima-se que, por ano, 8 mil meninas são expulsas das escolas por engravidarem
Reprodução/Pixabay

Escolas estão obrigando meninas a partir de oito anos a fazerem testes de gravidez na Tanzânia. As informações são da rede de notícias CNN.

De acordo com a rede, as meninas são expulsas da escola caso o teste dê positivo e não têm permissão para voltar a estudar depois de ter o filho.

“Na minha administração, nenhuma menina grávida vai voltar para a escola… ela escolheu esse tipo de vida, deixe-a cuidar da criança”, afirmou o presidente John Pombe Magufuli, que assumiu o cargo em 2015, em uma manifestação pública em 2017.

Segundo a publicação da CNN, o decreto presidencial de Magufuli vai diretamente contra os esforços do governo anterior para introduzir uma política de reingresso escolar para mães adolescentes.

Não existe um número exato de quantas meninas já foram expulsas da escola por estarem grávidas, mas um grupo de defesa internacional, o Centro de Direitos Reprodutivos, com sede nos Estados Unidos, estima que, desde 2013, mais de 8.000 garotas têm o direito à educação cortado todos os anos.

Em relato para a emissora, duas alunas contaram que tiveram que “desistir dos sonhos” por conta do decreto do presidente. Uma delas, Lilian, já esperava um bebê quando Magufuli fez seu discurso sobre a expulsão de alunas grávidas. “Eu queria alcançar meus objetivos, mas fui forçada a interrompê-los, ficar em casa e esperar por outra oportunidade”, desabafou a ex-aluna, que hoje mora com a filha em um abrigo para mulheres vulneráveis.

A outra garota, Elifuraha, contou que tinha o sonho de entrar para o exército da Tanzânia, mas por conta da gravidez, não conseguiu terminar os estudos e, assim, não completou a escolaridade suficiente para atender aos requisitos necessários. “Se as coisas não fossem assim, eu adoraria voltar para a escola”, afirmou.

O país usa de uma cláusula em uma lei de educação de 2002 que da às escolas a permissão necessária para expulsar as estudantes.

“(Uma menina grávida) é um mau exemplo para outros estudantes”, afirmou a enfermeira Anna Ulimboka, que supervisiona o teste de gravidez na Escola Secundária de Arusha, cidade no norte da Tanzânia, que realiza os exames nas alunas duas vezes ao ano, segundo a CNN. “Antes de começarmos os testes, muitas garotas costumavam engravidar enquanto estavam na escola, mas ao verem que estavam sendo examinadas antes e depois de suas férias, passaram a evitar ter relacionamentos com garotos”

Em um contraponto, a advogada do Centro Jurídico e de Direitos Humanos na Tanzânia, Shilinde Ngalula, afirmou em uma entrevista à emissora que a ordem do presidente do país viola a Constituição da Tanzânia, que inclui o direito à educação. “Por causa da ordem do presidente, você pune sem sequer considerar como a menina engravidou. Há muitos casos… uma garota pode engravidar em um estupro ou em casamentos forçados. Não é culpa dela”.

*Estagiária do R7 sob supervisão de Ana Luísa Vieira

Sete dicas para você não vacilar no primeiro dia do Enem 2018

Planejamento é fundamental para fazer uma prova tranquila no Enem 2018

Planejamento é fundamental para fazer uma prova tranquila no Enem 2018
Eduardo Enomoto/ R7

O Enem (Exame Nacional do ensino Médio) começa neste domingo (4), e mais de 5,5 milhões de candidatos farão as provas de Linguagem, Ciências Humanas e a tão temida Redação. As provas de Ciências da Natureza e Matemática serão apenas no domingo (11). Neste primeiro dia de prova, os alunos terão 5h30 para resolver as 90 questões e a redação.

Por isso, é importante estar tranquilo e com tudo organizado para o grande dia. Separe suas coisas com calma, tenha uma boa noite de sono e planeje-se para chegar com antecedência ao local da prova. Você pode consultar o seu no site do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

Candidatos do Enem podem denunciar fake news


Arte R7

Para te ajudar, o R7 separou sete dicas preciosas para você se preocupar apenas com as questões da prova:

Antes de tudo, separe seus documentos. Para poder entrar no local de prova, você precisa levar um documento oficial com foto e o cartão de inscrição, disponível no site do Inep.

Não perca a hora e evite de virar meme! Abertura, fechamento dos portões e início das provas terá quatro horários diferentes este ano por causa do horário de verão. A dica, independente da região que estiver do país, é que você chegue pelo menos 1h antes do início da prova, assim terá tempo para encontrar sua sala, passar no banheiro e se preparar para começar a prova com calma.

Enem 2018: Saiba o que costuma ser mais cobrado nas provas de Linguagens e Ciências Humanas

O que pode e o que não pode levar? Essa é uma dúvida muito comum entre os alunos, para resolver a prova basta uma caneta esferográfica preta e de tubo transparente. Ah! Você também pode levar um lanchinho para aguentar tantas horas resolvendo questões.

Agora cuidado, você não pode levar os seguintes objetos: borracha, caneta de material não transparente, corretivo, dispositivos, fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados imagens, vídeos e mensagens, papéis impressos e anotações, lápis, lapiseira, livros e manuais.

Estudantes traçam estratégias para encarar o ENEM

Uma dica muito importante é descansar. O sono é muito importante para que você consiga organizar suas ideias e repostas durante a tensão da prova. A falta de uma boa noite de sono pode atrapalhar seu resultado e tirar sua concentração, não deixe isso acontecer.

A falta de sono pode afetar sua ansiedade e nervosismo também, crie técnicas para aliviar essas tensões. Controlar sua respiração pode ser uma ferramenta muito boa para que a ansiedade e nervosismo não consumam sua energia. Pensar positivamente é outra dica que pode te ajudar a relaxar e fazer a prova com mais atenção e calma.

Graduação ou escola técnica? Veja como planejar sua carreira

Lembre-se da TRI (Teoria de Resposta ao Item). Para o Enem não importa quantos acertos você vai ter, mas sim quais. Se você acertar mais questões difíceis e menos as fáceis, o TRI considera que seu desempenho foi incoerente, como se você tivesse “chutado” suas repostas, um acerto casual.

Isso fará com que sua nota seja menor do que a do candidato que acertou mais questões de nível fácil, ao invés das difíceis. Por isso, foque nas questões que você tem certeza, ganhe tempo e pontos com elas, as mais difíceis podem ficar para o final da prova, só não vai esquecer de respondê-las.

Apenas 7% dos paulistanos foram a bibliotecas públicas no ano passado

Atenção ao tempo! No primeiro dia de prova, os candidatos terão 5h30 para resolver as 90 questões de Linguagem, de Ciências Humanas, a Redação e ainda preencher o cartão resposta. Muitos alunos não consideram o tempo de preenchimento desse cartão, mas não esqueça dele, pois demanda um bom tempo para completá-lo. Se você travar em alguma questão, também não perca tempo com ela, pule e volte mais tarde.

Com essas dicas em mente, prepare-se ao máximo e trace sua estratégia para enfrentar esse primeiro dia de Enem. Boa prova!

*Estagiário do R7, com supervisão de Ingrid Alfaya