Aumenta para oito número de cidades em situação de emergência

Ciríaco está entre as cidades que decretaram situação de emergência Crédito: Prefeitura Ciríaco / Divulgação / CP

Ciríaco está entre as cidades que decretaram situação de emergência Crédito: Prefeitura Ciríaco / Divulgação / CP
Correio do Povo – Cidades

Mais uma cidade entrou para lista de cidades em situação de emergência devido as consequências do temporal no Rio Grande do Sul. De acordo com o último boletim da Defesa Civil, divulgado no fim da tarde desta sexta-feira, Araricá decretou situação de emergência e assim se une as cidades de Pontão, Giruá, Vila Lângaro, Ciríaco, Santa Bárbara do Sul, Sarandi e Porto Xavier.

O município de Araricá teve 75 residências atingidas e deixou uma família desalojada. Uma escola e um ginásio na cidade também tiveram algum dano por causa da chuva.

O número de desabrigados e desalojados seguem os mesmos nos 28 municípios atingidos pela chuvarada. Foram 2.919 casas atingidas, deixando 132 famílias desalojadas e nove desabrigadas. Duas pessoas morreram: além do caso em Sarandi, um homem, de 53 anos, faleceu em Ciríaco, após a casa desabar.

Powered by WPeMatico

Maratona tenta criar sistemas para combater a corrupção

Dinheiro oriundo da corrupção

Dinheiro oriundo da corrupção
Reprodução

No domingo, dia 17, enquanto o time de Tite estiver tentando na Rússia o resgate do orgulho perdido após o 7 x 1, dezenas de cidadãos brasileiros estarão em busca de uma vitória ainda mais espetacular.

Neste final de semana será realizada na Câmara Municipal de São Paulo a segunda temporada do Hack in Sampa, maratona de desenvolvimento de sistemas para combater a corrupção na maior cidade do país. “Estamos construindo uma nova forma de gestão pública, com a vigilância direta dos cidadãos. A sociedade não aceita mais a falta de transparência, o desperdício, muito menos a corrupção”, diz o vereador Police Neto(PSD) idealizador do movimento.

O presidente do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil, Francisco Sant’Anna, entende que “existe uma demanda cada vez maior por transparência e ética. Por isso incentivamos o Hack in Sampa, pois esse tipo de evento contribui para o aprimoramento da gestão e da eficiência das contas públicas, combatendo a corrupção, que é um dos grandes males do País”.

Serão distribuídos R$ 22 mil reais para aqueles que desenvolverem as melhores ferramentas para ajudar o cidadão a controlar os gastos públicos.

Powered by WPeMatico