A matriz energética brasileira ganha novo aliado: RenovaBio


A principal pauta do setor sucroenergético do País será tema de discussões na
Fenasucro & Agrocana, que ocorrerá em Sertãozinho, de 21 a 24 de agosto.
Muitos foram os debates nos últimos anos a respeito de novas formas de energia e sustentabilidade ambiental. Entre opiniões diversas e estratégias distintas, a nova política nacional de biocombustíveis anunciada pelo governo, RenovaBio, nasce como uma proposta de mudanças e oportunidades para o setor.
O objetivo da medida, segundo o ministério de Minas e Energia, é reconhecer o papel estratégico de todos os tipos de biocombustíveis na matriz energética brasileira, tanto para a segurança energética quanto para mitigação de redução de emissões de gases causadores do efeito estufa. Um dos aspectos que torna o RenovaBio singular é o fato de não ser proposta, por exemplo, a criação de um imposto sobre carbono, mas a construção de um diálogo com o setor privado aliado a eixos táticos.
Essa atuação é importantíssima no contexto de um país que possui uma das matrizes energéticas mais limpas do mundo. Para o professor titular do departamento de administração da FEA RP/USP, Marcos Fava, o RenovaBio pode ser um impulso para esse setor que, segundo ele, nunca saiu de um importante lugar de protagonismo. Além disso, a difusão do consumo de bioenergia para o mercado e para a sustentabilidade brasileira é fundamental, e o país deve se colocar globalmente como green energy country ou low carbon country, sendo esse posicionamento “importante para conquistar um respeito internacional cada vez maior”, diz ele.

Photo by Karsten Würth on Unsplash
A 26º feira internacional de tecnologia sucroenergética Fenasucro & Agrocana, que irá acontecer de 21 a 24 de agosto de 2018, no Centro de Eventos Zanini, em Sertãozinho, irá oferecer as ferramentas qualificadas para quem quer acompanhar de perto tal mercado. Um ritmo pulsante e promissor como esse requer, por exemplo, que as empresas reestruturem suas estratégias e, segundo o professor titular da USP, “sempre pensando na excelência operacional, no controle de custos e na adoção de tecnologias que permitam construir margens”
Fenasucro & Agrocana
Photo by Gabriel Jimenez on Unsplash
Com a participação de mais de 1 mil marcas, 100% das usinas do Brasil e de mais 43 países, a Fenasucro & Agrocana possibilita essa troca de expertise de maneira prática. O evento, que terá mais de 350 horas de conteúdo, conversa com o caráter inovador do RenovaBio, oferecendo a seus expositores e visitantes a oportunidade de se relacionar e fechar negócios com os principais players do mercado sucroenergético e com novos segmentos, além de atualizar o profissional do setor.
Participar da Fenasucro & Agrocana é ser reconhecido pelo setor de açúcar, etanol e bioenergia como representante dos novos pilares da eficiência energética do mundo, e o novo aliado da matriz brasileira vem como parte essencial dessa cadeia.

Audi Q3 ficará maior segunda geração; FOTOS


Ainda não há data para lançamento no Brasil, onde o SUV continua sendo fabricado e vendido com o visual anterior. Audi mostra a segunda geração do Q3
A Audi mostrou nesta quarta-feira (25) como será a segunda geração do Q3, que ficará um pouco maior e mais tecnológica que a anterior, lançada em 2011.
A novidade começa a ser vendida em novembro na Europa, mas a filial brasileira ainda não revela quando será o lançamento por aqui. Por enquanto, o SUV continua sendo fabricado e vendido na primeira geração.
Novo Audi Q3
Divulgação
Por fora, o visual será mais esportivo, com detalhes que lembram o mais novo utilitário da marca, o Q8.
Mas a mudança não será apenas na aparência, o Q3 crescerá 9,7 cm no comprimento, 2,5 cm na largura e 7,7 cm na distância entre-eixos.
Novo Audi Q3
Divulgação
Na Europa, o novo Q3 terá quatro opções de motor, sendo três a gasolina e uma a diesel, com potências que variam de 150 a 230 cavalos.
A Audi acabará de vez com os mostradores analógicos no interior desde as versões mais básicas. Também serão de série, pelo menos na Europa, o volante multifuncional em couro e os faróis de LED.
Interior do novo Audi Q3
Divulgação
As rodas podem ir de 17 a 20 polegadas, nos pacotes mais esportivos, que incluem detalhes em alumínio e revestimento Alcantara no interior.
O Q3 também será feito sobre a plataforma modular MQB do Grupo Volkswagen, que já deu origem aos mais diversos modelos, como o Polo e o Virtus.
Novo Audi Q3
Divulgação
Novo Audi Q3
Divulgação
Novo Audi Q3
Divulgação
Novo Audi Q3
Divulgação