Mega-Sena pode pagar R$ 7,5 milhões nesta quinta


Apostas podem ser feitas até as 19h em lotéricas ou via internet; valor mínimo é de R$ 3,50. ‘Mega Semana dos Pais’ altera programação de sorteios na semana. Mega-Sena pode pagar R$ 7,5 milhões nesta quinta (16)
Marcelo Brandt/G1
O concurso 2.069 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 7,5 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) desta quinta (16) no município de Coribe, na Bahia.
Excepcionalmente, serão três concursos nesta semana, como parte da “Mega Semana dos Pais”: o primeiro foi na terça (14); o último será no sábado (18). Normalmente, os sorteios ocorrem às quartas e sábados.
Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.
Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.
Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Forte chuva deixa pontos de alagamento em Belém nesta quarta-feira, 15


Trecho da João Paulo II ficou intrafegável. Alguns canais, como o da avenida Antônio Baena, transbordaram. População ficou sem ter como sair de casa. Clientes tentam se proteger da chuva no Bar do Parque, na Praça da República em Belém
André Filo-Creão
A chuva que durou cerca de uma hora na tarde desta quarta-feira (15) alagou avenidas de Belém. A avenida João Paulo II, próximo à Mauriti, no bairro do Marco, por exemplo, ficou completamente alagada. O Entroncamento também ficou com pontos de alagamento.
O canal da avenida Antônio Baena próximo à avenida Pedro Miranda, no bairro da Pedreira, transbordou e moradores ficaram impedidos de entrar e sair de casa.
“É triste a situação de Belém. Tem a população que joga lixo e entope os bueiros e tem a prefeitura que não realiza limpeza há anos”, avaliou a dona de casa Alane Silva, que mora próximo ao canal inundado.
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326