Conceito Periférico grava clipes de rap e mostra resultado em praça de Vitória


O pré-lançamento de dois clipes do grupo acontece neste sábado (18), na praça Gaiber Barteles, a partir das 19h, no bairro Santa Martha, em Vitória. O pré-lançamento de dois clipes do grupo de rap Conceito Periférico acontece neste sábado (18), na praça Gaiber Barteles, a partir das 19h, no bairro Santa Martha, em Vitória.
Além das exibições dos clipes, o grupo Conceito Periférico e o rapper Tio Don se apresentam.
A entrada é gratuita e o público ainda vai concorrer a uma bicicleta e outros prêmios.
Os clipes das músicas “Manda a benção” e “Playboy Entra em Chock” foram produzidos por jovens da periferia da Grande Vitória que participaram da oficina Rap em Cena.
Os Clipes
Clipe do rap ‘Playboy entra em Chock’ produzido por jovens da periferia da Grande Vitória
Reprodução/ Clipe ‘Playboy entra em Chock’
O roteiro desenvolvido para a música “Manda a benção” fez uma homenagem ao rapper Garcia Gam, falecido em 2013.
A história segue a trajetória de um garoto de periferia e as rimas de JR Conceito servem como conselhos para “um amanhã mais consciente”.
Já “Playboy Entra em Chock” mostra duas realidades de Vitória, com o choque de realidade em relação ao cotidiano de um bairro de periferia e o lado nobre da cidade.
Para Carlos Itaiguara, morador do bairro Morro da Piedade, o curso foi um momento de aperfeiçoamento.
“Me interessei porque quero fazer os meus próprios vídeos das minhas músicas. O curso foi muito diferente do que eu imaginava. Valeu muito e aprendi bastante coisa”, afirmou.
Rap em Cena
Oficina ‘Rap em Cena’ auxilia jovens de periferia na produção de clipes de rap
Luiz Eduardo Neves
A oficina aconteceu nos dias 21 e 28 de julho no bairro Santa Martha, e os participantes foram divididos em dois grupos, cada um responsável por uma música.
O idealizador do curso, Luiz Eduardo, disse que eles trabalharam com materiais mais acessíveis, produzindo as imagens com celulares e técnicas mais simples para incentivar a produção.
“A ideia é uma forma de mostrar as possibilidades de dar voz aos jovens da periferia”, aponta Luiz.
Os oficineiros foram Luiz Eduardo Neves (roteiro), Fredone Fone (captação de imagem), Diego “Bocaum” Capeleti (captação de imagem e edição) e Rafael Harduim (edição), que orientaram os alunos na produção do clipe.
Luiz conta que vários jovens da Grande Vitória estiveram presentes, e que pretende realizar em Vila Velha, na Serra e em Cariacica, mas ainda não tem uma previsão para o acontecimento.
Serviço
Rap em Cena: pré-lançamento de videoclipes
Data: 18 de agosto (sábado)
Horário: 19h
Local: Praça Gaiber Barteles – Rua Getúlio Miranda, Santa Martha, Vitória.
Entrada: franca

Unidade de Acolhimento recebe crianças em situação de risco social


Centro recém-aberto pela Prefeitura de Natal oferece serviços diversos. Propósito é reinserir crianças afastadas do ambiente familiar. Unidade de Acolhimento tem estrutura e equipe técnica adequadas para atender a crianças em situação de risco social
Alex Régis/Prefeitura de Natal
As crianças afastadas do convívio familiar, em situação de risco pessoal ou social oriundas do Município de Natal têm agora à sua disposição os serviços da Unidade de Acolhimento Institucional. O espaço aberto pela Prefeitura de Natal e gerido pela Secretária Municipal do Trabalho e da Assistência Social (Semtas) tem a finalidade de melhorar a qualidade do trabalho oferecido às crianças que se encontram sob os cuidados do Município.
A Unidade de Acolhimento faz parte do Serviço de Acolhimento Institucional, no âmbito da Proteção Social Especial de Alta Complexidade do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Sua capacidade de atendimento é de até 20 crianças, na faixa etária de 0 a 06 anos. O funcionamento da Unidade de Acolhimento Institucional é ininterrupto (24h), com cuidadores trabalhando em dois turnos de doze horas. A equipe técnica também é composta por assistentes sociais, psicólogo, pedagogos, assistentes administrativos, além de auxiliar de serviços gerais, cozinheira, vigia e motoristas.
A coordenadora da unidade, a assistente social Ana Marcília, diz que o trabalho realizado é fundamental para o desenvolvimento das crianças. Ela conta que a maioria dos casos está ligada a maus tratos, abusos sexuais e mães e pais usuários de drogas. “Aqui, elas são acolhidas, recebem atendimento médico, psicológico, nutricional e reforço educacional. Além de todo amor e carinho da nossa equipe multifuncional”, destaca a coordenadora.
Ela conta que, em média, as crianças ficam na unidade por dois anos, mas esse tempo pode se estender. Outro ponto destacado pela coordenara está relacionado à não separação de irmãos: “Tentamos manter esse vínculo, acolhendo-os”. Ana Marcília explica que as crianças não deixam definitivamente as suas famílias. “Analisamos todos os casos, e trabalhamos para restabelecer as relações familiares. Quando não é possível, emitimos os nossos pareceres baseados na observação e no acompanhamento diário e a justiça define posteriormente o destino das crianças”, acrescenta.
A secretária municipal de Trabalho e Assistência Social, Ilzamar Pereira, lembra que a entrega do equipamento vem para reforçar os serviços oferecidos pela rede municipal de assistência. Ela aponta ainda que o espaço é dotado de uma estrutura especial e diferenciada para atender as crianças da melhor maneira possível. “As crianças acolhidas vêm de uma realidade desfavorável. Muitas são rejeitadas pelos pais, vivem em situação conflituosa e precisam do melhor para superar essa situação. Aqui, elas encontram a melhor assistência possível até serem adotadas”, observa a secretária.
Adoção
Para estimular a adoção das crianças, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) lançou um site para pessoas interessadas em conhecer as crianças e adolescentes que estão aptos para serem adotados no estado potiguar. O projeto denominado “Eu Existo” é um espaço para as pessoas esclarecerem dúvidas sobre o processo de adoção e disponibiliza vídeos em que as crianças e adolescentes se apresentam e dizem o que esperam de uma família. As informações estão disponíveis no site: euexisto.tjrn.jus.br.
A titular da Semtas, Ilzamar Pereira, parabeniza a iniciativa e ressalta que a Prefeitura tem buscado atuar em conjunto com as instâncias do Judiciário e do Ministério Público, no propósito de melhorar cada vez mais a assistência social no Município. “A gestão municipal tem cumprido bem o seu papel. Apesar da crise financeira enfrentada pelos entes governamentais, não fechamos serviços e estamos conseguindo manter a nossa rede em funcionamento. Temos um diálogo aberto com o Ministério Público e o Poder Judiciário, que têm sido coparticipantes da nossa administração”, define ela.
Dormitório no Centro: tratamento digno é fundamental para o desenvolvimento das crianças acolhidas na unidade
Alex Régis/Prefeitura de Natal