Robô bombeiro ajuda no incêndio da Catedral de Notre-Dame, em Paris

O robô facilitou o
trabalho do corpo de bombeiros na última segunda-feira (15), ao controlar o
incêndio na parte interna da Catedral de Notre-Dame, em Paris

*Estagiária do R7, sob supervisão de Celso Fonseca

O robô atua
juntamente com a Brigada de Bombeiros em Paris (BSPP), em serviços de incêndios e resgates na França. Foi desenvolvido
para combater o fogo e transportar equipamentos e feridos, garantindo um
suporte técnico

Leia também: Carro autônomo é treinado a fazer curvas em alta velocidade

O Android tem esteiras para se locomover em qualquer superfície e com essa tecnologia foi capaz de entrar na catedral e controlar o fogo no teto de madeira

Leia também: Nasa vai enviar robôs voadores para ajudar astronautas em pesquisas

Colossous é resistente ao fogo e à prova de água, pode carregar o peso máximo de 1000 kg em uma velocidade de 3,5 km/h

Leia também: Empresa cria aeronave movida a biodiesel e à eletricidade

O robô funciona em
modo autônomo por cerca de 10 a 12 horas, tem câmeras com
sensores e reconhecimento óptico

Leia também: De melancia a casa: o fotógrafo que transforma tudo em câmera

Trocar o modo de execução do robô leva apenas 30 segundos, alterando de uma função para outra. O robô também é fácil de pilotar, o curso de pilotagem pode ser feito em metade de um dia

Leia também: Moto voadora está a venda na internet por R$ 1, 5 milhão

Colossous é um dos
mais robôs mais modernos existentes. Foi produzido pela empresa Shipboard Autonomous Firefighting Robot

Leia também: Lixeira reduz o desperdício e diminui o impacto ambiental

O Android foi desenvolvido pela Marinha dos Estados Unidos para combater incêndios e ajudar a manter os militares fora de perigo

Leia também: Cachorro robô é usado em tratamento de terapia para idosos