Linense-SP, Manaus, Ferroviário-CE e São José-RS avançam às quartas da Série D

Os quatro primeiros clubes classificados às quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série D – a quarta divisão nacional – foram definidos neste sábado. Linense-SP, Manaus-AM, São José-RS e Ferroviário-CE agora vão aguardar os outros quatro classificados para conhecer os seus próximos adversários.

A briga paulista aconteceu no estádio Jorge Ismael de Biasi, na cidade de Novo Horizonte (SP). O time da casa, o Novorizontino-SP, vencia o Linense até os 45 minutos do segundo tempo por 2 a 1, mas sofreu o empate. O resultado deu a vaga ao time de Lins (SP), que tinha vencido na ida por 3 a 2 e jogava pela igualdade.

Dois times avançaram com vitórias. Um deles é o Ferroviário, que fez 4 a 2 contra o Altos-PI, mesmo jogando no Piauí. Quem vencesse ficaria com a vaga porque houve empate no Ceará por 1 a 1. Em casa, em Porto Alegre, o São José bateu o Tubarão-SC por 2 a 0 e garantiu a sua vaga porque tinha empatado em Santa Catarina por 1 a 1.

Quem precisou dos pênaltis para manter o sonho de acesso foi o Manaus, que em casa perdeu para o Rio Branco-AC por 1 a 0. O time amazonense tinha vencido no Acre por 2 a 1 e a levou vantagem na disputa de pênaltis: 3 a 2.

Três jogos vão ser disputados neste domingo e outro na segunda-feira. Após a definição dos oito classificados vai ser confirmada a próxima fase, feita através de melhor campanha. O 1.º colocado pega o 8.º, o 2.º encara o 7.º, o 3.º enfrenta o 6.º e o 4.º joga contra o 5.º.

Confira a rodada de volta das oitavas de final da Série D do Brasileiro:

Sábado

São José-RS 2 x 0 Tubarão-SC (ida 1 x 1)

Altos-PI 2 x 4 Ferroviário-CE (ida 1 x 1)

Manaus-AM 0 (3) x (2) 1 Rio Branco-AC (ida 2 x 1)

Novorizontino-SP 2 x 2 Linense-SP (ida 1 x 2)

Domingo

15h15

Iporá-GO x Treze-PB

16 horas

Caxias-RS x Uberlândia-MG

17 horas

Moto Club-MA x Imperatriz-MA

Segunda-Feira

21h15

Campinense-PB x Brasiliense-DF

Equatoriano Rojas já se diz ansioso para estrear pelo São Paulo

O meia-atacante equatoriano Joao Rojas foi anunciado como reforço do São Paulo na sexta-feira. Mas o novo jogador são-paulino já está ansioso para vestir a camisa do time paulista. E também para conhecer seu compatriota Arboleda, uma das referências na defesa da equipe.

“Estou à disposição da comissão técnica para ajudar os meus companheiros. A verdade é que estou feliz e pronto jogar no São Paulo e conhecer o Arboleda, que está firme no clube. Não conhecemos pessoalmente, mas sei que ele é um grande profissional e cresceu muito com a equipe. Será especial trabalhar com um compatriota no Brasil”, projetou Rojas.

O jogador de 29 anos assinou contrato até julho de 2020, com possibilidade de renovação por mais dois anos. Ainda não há data para sua apresentação oficial, que só deve acontecer após a reapresentação da equipe, na segunda-feira. O time está de folga desde o dia 13 de junho em razão da Copa do Mundo, que paralisou as principais competições nacionais.

Rojas aguarda pelo retorno do elenco aos trabalhos para conhecer seus novos companheiros de equipe. “Estou muito contente e emocionado de chegar ao São Paulo e, consequentemente, ter a oportunidade de jogar no Brasil. Vou agarrar esta oportunidade e dar o meu melhor, porque muitos jogadores sul-americanos têm o sonho de atuar no país”, afirmou o jogador, que revelou como foi o convite para defender o São Paulo.

“O técnico [Diego Aguirre] me ligou e perguntou se eu queria fazer parte deste projeto no São Paulo. Foi uma conversa muito boa. Ouvir diretamente do treinador que ele conta comigo foi especial e, sem dúvida, me deu ainda mais motivação”, comentou.

Rojas defendia o Talleres, da Argentina, quando recebeu a proposta para jogar no São Paulo. Antes do futebol argentino, o meia-atacante jogou no Monarcas e Cruz Azul, do México, e no Emelec e Deportivo Técnico Universitario, do Equador.

Os principais títulos conquistados são o Campeonato Equatoriano (2009) e a Liga dos Campeões da Concacaf (2014). Ainda no início de sua trajetória no futebol, foi eleito o melhor jovem jogador equatoriano em 2008 e 2009.

“Gosto de jogar pelas beiradas do campo, sempre em velocidade e em direção ao gol, mas estou à disposição do treinador. Quero ajudar e aprender com esta chance no futebol brasileiro”, disse o jogador.