Casos de malária caem 38% no país, segundo Ministério da Saúde

O mosquito Anopheles é o transmissor da malária

O mosquito Anopheles é o transmissor da malária
Portal Biologia/Divulgação

Nesta quinta-feira (25), Dia Mundial da Malária, o Ministério da Saúde divulgou que os casos da doença no país diminuíram 38% em relação ao ano passado.

Neste ano, foram notificados 31 mil novos casos da doença. No mesmo período do ano passado, eram 51 mil.  O país registrou cerca de 194 mil casos da doença em 2018 e número similar em 2017, sendo 19 mil casos só no Amazonas.

Leia também: Sarampo é mais crítico que malária e incidente em bebês no Amazonas

A pasta, que lançou nesta quinta-feira (25) uma campanha publicitária com o objetivo de divulgar informações sobre a prevenção da malária, atribuiu a queda dos números à integração das ações entre o governo federal e Estados e municípios. 

Segundo o Ministério, o público-alvo da campanha são nove Estados nos quais a doença é endêmica:  Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Mato Grosso, Roraima, Rondônia, Tocantins e Maranhão.

“O objetivo do Ministério da Saúde é alertar a população da região sobre a responsabilidade do cidadão na redução da transmissão da doença, da importância do diagnóstico em tempo oportuno e da importância do tratamento completo”, afirmou Cassio Peterka, coordenador-geral dos Programas Nacionais de Controle e Prevenção da Malária do Ministério da Saúde, por meio de nota.

Nesta terça-feira (23), a OMS (Organização Mundial da Saúde) anunciou  o lançamento da primeira vacina contra malária do mundo. O primeiro país a receber o imunizante, como programa-piloto, será o Maláui.

A vacina, conhecida como RTS, S será disponibilizada para crianças de até 2 anos de idade. Os próximos países a receberem o imunizante serão Gana e Quênia.

Saiba mais: Primeira vacina contra malária será lançada no Maláui, anuncia OMS

São estimados 219 milhões de casos de malária no mundo, sendo que 435 mil evoluíram para morte. Segundo a OMS, a população mais vulnerável são crianças menores de 5 anos, representando 61% das mortes.

Leia também: Rio de Janeiro notifica cinco casos de Malária ‘importada’ de Moçambique

A malária é uma doença infecciosa transmitida pela picada do mosquito Anopheles infectado pelo parasita Plasmodium. Entre os principais sintomas estão febre alta, calafrios, tremores, sudorese e dor de cabeça, segundo o Ministério da Saúde. A mortalidade na região Amazônica, onde ocorre mais de 95% dos casos, é baixa devido ao conhecimento dos sintomas da doença, que é rapidamente diagnosticada e tratada.

Você sabe identificar quais doenças esses mosquitos transmitem?