Casal responderá na Justiça americana por chá de revelação que causou incêndio florestal na Califórnia


Chamas destruíram uma área de quase 100 km2 entre setembro e novembro de 2020; 1 bombeiro morreu em serviço, 13 pessoas ficaram feridas e mais de 100 precisaram ser removidas de suas casas. Foto de setembro de 2020 mostra os estragos do incêndio em San Bernardino, na Califórnia, EUA
Ringo H.W. Chiu/AP/Arquivo
Um casal dos Estados Unidos vai responder na Justiça americana pelo chá de revelação que causou um incêndio florestal de grandes proporções na Califórnia, no ano passado, informaram nesta terça-feira (21) as autoridades do país.
As chamas destruíram uma área de quase 100 km2 entre setembro e novembro de 2020, e um bombeiro morreu em serviço. Ao menos 13 pessoas ficaram feridas e mais de 100 precisaram ser retiradas de suas casas.
Refugio Manuel Jimenez Jr. e a esposa Angela Renee Jimenez são acusados por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, e outras contravenções – crimes menores – relacionadas ao incêndio. Eles se declararam inocentes.
LEIA TAMBÉM:
Forte calor e incêndios florestais no estado do Oregon preocupam autoridades
EUA retiram pessoas de suas casas no oeste por causa dos incêndios
Investigações do Corpo de Bombeiros apontaram que um “dispositivo pirotécnico gerador de fumaça”, usado em um chá de revelação, foi a causa das chamas.
Chá de revelação é uma festa que pais fazem para anunciar o sexo do bebê. Uma das formas de revelar a surpresa é acionando um dispositivo pirotécnico gerador de fumaça em cores que simbolizam menino ou menina.
Jason Anderson, promotor de Justiça do distrito de San Bernadino, disse em entrevista coletiva que o casal organizou a recepção em um parque. Eles tentaram conter as chamas com garrafas de água, mas sem sucesso, chamaram a polícia.
Reveja imagens do incêndio no vídeo abaixo:
Chá de revelação provoca incêndio fora de controle nos EUA