Casagrande chora ao falar da morte de Maradona e de dependência química; veja vídeo


Os dois jogaram juntos na mesma época na Itália. ‘Sempre tive essa preocupação com o problema da dependência química, que eu também tenho’, ele disse ao Jornal Hoje. Casagrande se emociona ao falar de Diego Maradona
Walter Casagrande lamentou na tarde desta quarta-feira (25) a morte de Maradona, em entrevista ao “Jornal Hoje”, e chorou ao falar do jogador argentino e de dependência química. Veja o vídeo acima.
O craque argentino sofreu uma parada cardiorrespiratória em sua casa na cidade de Tigre.
“Eu estou bem chocado, mas também pelo Vannucci, está bem difícil esse ano, essa semana”, disse Casagrande, lamentando também a morte do apresentador esportivo na terça-feira (24).
O brasileiro lembrou que conviveu com Maradona na Itália, onde jogaram no final dos anos 80 e início dos 90, e que sofreu, assim como o argentino, problemas com dependência química.
“Joguei na mesma época que ele na Itália, com o irmão dele tive bastante contato. Sempre me tratou muito bem, sempre tratou minha família muito bem. Sempre tive essa preocupação com o problema da dependência química, que é o mesmo problema que eu tenho, e eu me tratei”, disse Casagrande.
“Eu sempre fiquei revoltado com quem estava ao redor dele. Porque quem está ao redor da pessoa está vendo o que está acontecendo, está vendo ele ir para o fundo do poço, destruir a vida dele. E ninguém faz alguma coisa para evitar isso que aconteceu hoje?”, disse Casagrande.
“Eu fico chocado pela perda de um grande jogador, um cara que eu conheci, e que eu gostava muito. E por um dependente químico, porque eu sofro muito quando morre um dependente químico. Para mim é muito duro”, disse Casagrande, emocionado.
Maradona conviveu durante toda a sua vida com o vício das drogas, que lhe rendeu duas suspensões quando era jogador.
“Eu era, sou e serei um viciado em drogas”, afirmou Maradona em 1996 em entrevista à revista “Gente”. Em 2004, afirmou à rede de televisão argentina “Canal 9”: “Estou perdendo por nocaute”.
Casagrande fala sobre a morte de Maradona ao Jornal Hoje
Reprodução / TV Globo
Initial plugin text