Carro autônomo é treinado a fazer curvas em alta velocidade

Uma equipe de engenheiros da Universidade de Stanford, nos EUA, desenvolveu um algoritmo para que veículo autônomos não percam o controle ao realizar curvas em alta velocidade 
*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Marques 

A tecnologia de inteligência artificial foi usada no projeto para a criação do sistema de segurança. Nos testes realizados em uma pista de corrida, o veículo fez curvas com precisão e em alta velocidade

Leia também: Moto voadora está a venda na internet por R$ 1, 5 milhão

O sistema foi alimentado com os dados coletados em testes semelhantes. Dessa forma, o carro “aprende” como devem ser os comandos do veículo para que não ocorra um acidente

Leia também: Colete airbag protege corpo de ciclista ao identificar uma queda

Os engenheiros usaram 200 mil amostras de testes drive em uma pista congelada, que é mais escorregadia do que o asfalto da pista de corridas
Leia também: Carros autônomos podem atropelar mais pessoas negras do que brancas

Dessa forma, o sistema aprende como manter a direção e a aceleração em curvas sem perder a direção

Leia também: Motoristas na Austrália podem usar emoji para decorar a placa do carro

Segundo J. Christian Gerdes, professor de engenharia mecânica e autor sênior do artigo, “seu sistema pode ajudar em situações de emergência, onde são necessárias mudanças súbitas”

Leia também: Tesla anuncia modo cão para dar suporte aos bichos em seus carros

A equipe da universidade continuará desenvolvendo o sistema para tornar os carros autônomos. Os resultados desta pesquisa foram publicados na semana passada no Science Robotics

Leia também: Inteligência Artificial pode curar medos e fobias em crianças autistas