Carrancas, em MG, já foi cenário para diversas novelas e é destino para fã de cachoeira

Descubra o Brasil: série mostra destinos que merecem ser mais conhecidos, mas que ainda estão no radar apenas de viajantes que já buscam roteiros diferentes. Descubra o Brasil: Carrancas, a Terra das Cachoeiras
O município mineiro de Carrancas é pequeno, tem apenas 4.000 habitantes, mas costuma citar um número que chama atenção: 110 atrações relacionadas à natureza entre cachoeiras, poços, quedas d’água, piscinas naturais e trilhas. A localidade pode atrair perfis diferentes de viajante: há o que interessar o fã de esportes radicais tanto como a pessoa que procura dias de sossego.
O Descubra o Brasil vai apresentar nos próximos três meses destinos que já estão no radar dos viajantes que buscam roteiros diferentes, mas que merecem ser mais conhecidos.
Aurora do Tocantins tem o 3º menor rio do mundo e 200 cavernas como atração para quem curte desafio físico
O cenário de vegetação e montanhas já serviu de pano de fundo para novelas “Império” (2014), “Orgulho e paixão” (2018) e “Espelho da vida” (2018).
‘Nevou em Urubici’: cidade que aparece no noticiário pelas baixas temperaturas oferece cânions e turismo rural
Localizada a 286 km de Belo Horizonte, no sul de Minas Gerais, Carrancas tem 80 cachoeiras, poços e quedas d’água catalogados, que são acessíveis por trilhas e com diferentes graus de dificuldade.
Ao todo, são 8 complexos de cachoeiras, lagos, poços e cânions. As principais são Fumaça, Zilda e Vargem Grande-Esmeralda. Grão Mogol, Tira Prosa, Ponte, Toca e Onças também valem a visita.
Um passeio que combine os complexos da Fumaça e da Vargem Grande pode ser feito em 8 horas.
VÍDEOS: Agora é assim? O que mudará no turismo após a pandemia
“O nosso turismo é bastante sazonal, mas ocorre mais nos meses de verão. O que sabemos é que nos feriados mais importantes, como Ano Novo e carnaval, a população da cidade chega a dobrar”, afirmou Marcos Alexandre de Jesus Ramos, diretor administrativo de Cultura e Turismo da cidade.
A Cachoeira da Fumaça, apesar de ser imprópria para banho, é um dos principais cartões postais da cidade e está localizada a 6km do centro. Possui uma queda d’água de cerca de 40 metros de altura que, ao cair, forma uma nuvem de fumaça.
De acordo com o operador de turismo Luís Carlos Capoleto, essa cachoeira teve um importante papel no crescimento do município, tendo sido responsável pela geração de energia elétrica para Carrancas. Seguindo seu percurso, há mais de dez quedas, além de diversas piscinas naturais. “O único resquício hoje é a base do gerador de energia”, disse.
A Cachoeira Véu das Noivas fica dentro do completo da Fumaça, a cerca de 4 km da cidade. Para chegar até ela, é preciso percorrer uma hidrotrilha até chegar à sua base, com poços pequenos e água cristalina.
Na parte de cima, existem algumas piscinas naturais e é possível fotografar as serras de Carrancas e um muro de pedras construído pelos antigos escravos da região. “O visual é incrível e o percurso todo é de cerca de 7 km”, contou Capoleto.
O nome da localidade surgiu por causa das suas formações rochosas que, avistadas de longe ou do alto, tinham o formato de caras feias – as famosas carrancas.
A cidade foi fundada no caminho velho da Estrada Real em meio ao ciclo do ouro por bandeirantes e suas famílias, que viajavam em busca do ouro e fixaram moradia criando o vilarejo.
“Os sertanistas usavam as serras das carrancas como referência nos seus mapas”, afirma Ramos, da prefeitura.
Veja a seguir outros destaques de Carrancas:
O Complexo Esmeralda é um espaço privado que está localizado a cerca de 8 km do centro de Carrancas. Os poços lá são formados por corredeiras e pequenas quedas que formam as piscinas naturais. O trajeto inclui o Poço da Esmeralda que tem nome porque é formado por águas verdes e cristalinas. “A queda d’água não é grande, então é possível nadar tranquilamente no poço. O melhor horário para visitar é entre 11h30 e 12h, quando a incidência dos raios solares nas águas promove essa cor esverdeada”, contou o guia Capoleto
O Complexo da Zilda, a 12 km do centro, possui um escorregador natural tem cerca de 10 metros e é uma pedra extremamente lisa que deságua num poço cristalino.
Pinturas rupestres, encontradas nas rochas do Complexo da Zilda, datam de 3.500 anos e foram classificadas pelos arqueólogos como pertencentes à chamada “Tradição São Francisco”.
Mais próximo, a 3 km da cidade, o Complexo da Toca tem piscinas naturais, duas cachoeiras e um outro escorregador natural. Possui cerca de 15 metros e foi cenário da novela “Alma Gêmea”. O complexo possui também a gruta da Toca, com mais de 300 metros e que pode ser percorrida toda a pé, mas em parte do trecho só é possível atravessar agachado e é inevitável se molhar.
Carnaval diferente
Ele diz que há mais de 70 anos a igreja local realiza um retiro espiritual na cidade durante o carnaval, com uma série de palestras e meditação para preparação para a quaresma.
Por causa disso, há cerca de 40 anos, o carnaval na cidade acontece duas semanas antes da data oficial.
De acordo com Ramos, o turismo começou a surgir na década de 1990. “O retiro espiritual é muito tradicional na cidade e exige silêncio e respeito. A nossa festa começou a ser antecipada e atraiu turistas que queriam curtir a natureza de dia e o carnaval à noite”.
Serviço
A cidade possui 54 opções de hospedagem entre hotéis, pousadas, hostels e campings e cerca de 15 a 20 restaurantes.
Por ser uma cidade pequena, Carrancas possui apenas uma agência bancária do Banco do Brasil e uma do Sicoob (sistema de cooperativas de crédito), e uma casa lotérica, onde é possível fazer saques da Caixa Econômica Federal.
Não existem terminais de autoatendimento e banco 24 horas. Segundo a prefeitura, apenas cerca de 60% dos comerciantes trabalham com cartões, por isso é recomendado que o visitante se programe com dinheiro em espécie.
O sinal de celular funciona apenas nas operadoras Vivo, Tim e Oi, mas mesmo assim pode oscilar na região, especialmente nas áreas mais afastadas. A operadora Claro não tem sinal de celular na cidade.
Veja mais vídeos de Descubra o Brasil