Carnaval de Notting Hill troca as ruas de Londres por festival online


Devido à pandemia de coronavírus, evento físico foi cancelado. Festa terá transmissões de música e apresentações pela internet entre os dias 29 e 31 de agosto. Participantes do tradicional Carnaval de Notting Hill lotam as ruas do bairro londrino. O evento inspirado em festas do Caribe é o maior carnaval de rua da Europa. As festas começaram no domingo (26) e terminam nesta segunda-feira (27).
Luke MacGregor/Reuters
O Carnaval de Notting Hill deste ano trocará as ruas de West London por telas de computador em todo o mundo, uma vez que o evento será apenas online devido à pandemia de coronavírus, com transmissões de música e apresentações.
Realizado no final de agosto de cada ano, em Londres, o Carnaval atrai mais de um milhão de visitantes e é visto como um símbolo de tolerância inter-racial que remonta a década de 1960 e celebra a comunidade afro-caribenha.
No entanto, este ano não haverá sistemas de som estrondosos pelas ruas lotadas, enfeitadas com dançarinas em trajes escandalosos. O desfile físico foi cancelado no início deste ano por causa das restrições relacionadas à Covid-19.
Em vez disso, os organizadores passaram um mês filmando atos para serem transmitidos pela internet entre 29 e 31 de agosto, na esperança de manter vivo o espírito carnavalesco e levá-lo a um público mais amplo.
“Primeiro fiquei muito triste por não estar nas ruas –ainda estou–, mas estou muito animado com as possibilidades de este ano levar o Carnaval a lugares únicos”, disse o diretor executivo do Carnaval, Matthew Phillip.
Foliões agitam bairro de Notting Hill, em Londres, no maior carnaval da Europa