Britney Spears permanece sob tutela do pai até 2021 após determinação da Justiça


Cantora tinha pedido na segunda-feira para que Jamie Spears fosse substituído como seu responsável. Britney Spears faz show em SP em 2016
Flavio Moraes / G1
A Justiça americana decidiu nesta quarta-feira (19) que a cantora Britney Spears continuará sob a tutela do pai, Jamie Spears, até o dia 1º de fevereiro de 2021, segundo o jornal “LA Times”.
Ela tinha pedido na segunda-feira (17) que ele fosse substituído de forma permanente por sua guardiã temporária, Jodi Montgomery.
Depois da decisão, Jamie pediu que o tribunal inclua novamente o advogado Andrew M. Wallet como responsável pelo controle das questões pessoais e financeiras de Britney. Assim, ambos voltariam a dividir o cargo.
No pedido, Jamie também afirmou que a filha de 38 anos é “substancialmente incapaz de gerenciar seus recursos financeiros ou de resistir a fraude ou influência imprópria”.
Ele é responsável pelos assuntos da filha desde 2008, quando a tutela foi determinada pela Justiça. Wallet dividiu a posição com Jamie de 2009 a 2019.
O advogado da cantora, que foi escolhido pelo tribunal, pode fazer pedidos de mudança até 18 de setembro.