Brasil ‘esquece’ final da Copa e foca no México; Marcelo pode voltar

Marcelo caminha durante o treino ao lado do coordenador Edu Gaspar e Casemiro

Marcelo caminha durante o treino ao lado do coordenador Edu Gaspar e Casemiro
Mendes/Getty Images – 29.6.2018

Os jogadores do Brasil estão focados na partida contra o México, na segunda-feira (2), em Samara, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. A vitória sobre a Sérvia e o primeiro lugar no grupo parecem não ter iludido os atletas, que sabem das dificuldades diante de uma seleção que surpreendeu ao vencer os alemães, atuais campeões, na estreia do Mundial. O R7 irá fazer a transmissão ao vivo desta partida.

Veja os confrontos das oitavas de final da Copa

O volante Casemiro rechaçou o favoritismo do Brasil e elogiou o treinador do México, Juan Carlos Osório, que comandou o São Paulo, em 2015. “Já me falaram muito bem dele. Vai querer nos surpreender”, comentou o ex-jogador do São Paulo e atual titular do Real Madrid, em entrevista coletiva, nesta sexta-feira, em Sochi.

Casemiro garantiu que o ambiente entre os jogadores está mais leve depois da classificação às oitavas, mas ressaltou que o grupo sabe que o caminho para o hexa é longo e projeta os novos objetivos com cautela.

“É logo ali (a final), mas está longe. Tem que viver jogo a jogo. Não adiante pensar na Bélgica (possível adversária nas quartas). Tem que pensar no México. Tem que enfrentar o México e ganhar. Depois sim, (pensar) em outras seleções. Todos estamos voltados para o México. Não pensamos na final”, frisou o volante brasileiro.

Escalação

A comissão técnica brasileira espera pelo retorno de Marcelo para a partida contra o México. O lateral sofreu um espasmo na coluna quando tentou iniciar uma arrancada nos primeiros minutos do duelo contra a Sérvia, na quarta passada, na Arena Spartak, em Moscou. Marcelo surgiu de sandálias no gramado durante o treino desta sexta e pode voltar ao time.

Já o atacante Douglas Costa, que mudou a cara do jogo na vitória suada sobre a Costa Rica, na segunda rodada do Grupo E, mas sentiu uma lesão na parte posterior da coxa antes do final da partida, deverá voltar ao time somente nas quartas de final, caso o Brasil avance. O lateral-direito Danilo e o meio-campista Fred, também lesionados, seguem fora do time.

Confira tudo sobre Copa 2018 no R7 Esportes

O técnico Tite pretende manter a equipe que atuou nos três primeiros jogos da seleção brasileira na Copa. Mesmo nomes que não tiveram o rendimento esperado até aqui, casos de Gabriel Jesus e Willian, serão prestigiados pelo treinador. Tite sempre optou, inclusive nos clubes, por dar oportunidades aos jogadores para que recuperem o rendimento antes de sacá-los do time.

Veja quem subiu ou desceu na seleção brasileira após a 1ª fase da Copa

Desta forma, é possível que o Brasil entre em campo para buscar a vaga nas quartas de final da Copa contra os mexicanos com a seguinte formação: Alisson; Fágner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo (Felipe Luis); Casemiro, Paulinho, Willian, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

Neymar

O camisa 10 do Brasil, de quem se esperava protagonismo no Mundial, ainda não mostrou todo o reconhecido talento na primeira etapa da competição. Neymar teve alguns bons lances, mas ainda está aquém do seu potencial.

Curta a página R7 Esportes no Facebook

No entanto, o desempenho apenas regular do craque é uma incógnita. Teria como causa algum aspecto técnico ou seria motivado por algum resquício de dor devido à cirurgia para corrigir uma fratura no quinto metatarso do pé direito que Neymar se submeteu, há três meses?

Dois dias antes da partida contra os costarriquenhos, Neymar deixou um treinamento visivelmente irritado e com dores no pé direito. Posteriormente, constatou-se que o problema ocorreu no tornozelo do atleta. No dia seguinte, Neymar treinou normalmente e atuou os 90 minutos, mais acréscimos, quando fez o gol que fechou o placar de 2 a 0 para o Brasil.

Histórico contra o México

O retrospecto contra o México em Copas do Mundo é favorável ao Brasil. Foram quatro jogos, com três vitórias, um empate e nenhuma derrota brasileira.

O único empate aconteceu no encontro entre as duas seleções na Copa de 2014, no Brasil. O jogo foi válido pela fase de grupos e terminou em 0 a 0. Nas outras três oportunidades – também na fase de grupos –, o Brasil saiu vencedor: 1950 (4 a 0), 1954 (5 a 0) e 1962 (2 a 0).

Ficha técnica
2/7 – Arena Samara (Samara)
BRASIL x MÉXICO
Árbitro:
Gianluca Rocchi (Itália)
BRASIL: Alisson, Fágner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo (Filipe Luís); Casemiro, Paulinho, Willian, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico: Tite.
MÉXICO: Ochoa; Salcedo, Ayala, Moreno e Gallardo; Herrera e Guardado; Layún, Carlos Vela e Lozano; Chicharito Hernández. Técnico: Juan Carlos Osorio.

Destaques e decepções da primeira fase da Copa: