Bovespa opera em alta à espera de votação da reforma da Previdência


Na véspera, o Ibovespa fechou em alta de 0,01%, a 94.588 pontos. Painel na sede da B3, em São Paulo, Ibovespa, bolsa, Bovespa
Nacho Doce/Reuters
O principal indicador da bolsa paulista, a B3, opera em alta nesta terça-feira-feira (23), com o mercado em compasso de espera pela votação da admissibilidade da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.
Às 10h35, o Ibovespa subia 1,13%, a 95.699 pontos. Veja mais cotações.
Perto do mesmo horário, as ações da Petrobras, Bradesco e Banco do Brasil subiam acima de 1%. BRF liderava as altas com avanço de mais de 4%.
Na véspera, a Bolsa fechou em alta de 0,01%, a 94.588 pontos. Na parcial do mês, o Ibovespa acumula queda de 0,87%. No ano, entretanto, ainda tem alta de mais de 7%.
Reforma da Previdência
A reunião da CCJ está marcada para começar às 14h30. Na comissão, os parlamentares analisam se a proposta está de acordo com a Constituição. O mérito (conteúdo) do texto, contudo, só será discutido em uma comissão especial, que deve ser instalada no início de maio.
Depois de aprovada, a reforma ainda precisará passar por dois turnos de votação no plenário da Câmara antes de seguir para o Senado.
A expectativa é de que o secretário especial de Trabalho e Previdência, Rogério Marinho, apresente ao Centrão algumas alterações no texto, mas as mudanças não trariam impacto fiscal, segundo ele.
Na tentativa de obter apoio dos partidos do Centrão que resistiam a apoiá-lo (em especial PP e PR), o governo aceitou retirar da reforma quatro pontos, informa o Blog do Helio Gurovitz.
Miriam Leitão comenta sobre a dificuldade de negociar a reforma da previdência já na CCJ