Borba Gato: veja livros e filmes para entender a história dele e dos bandeirantes

Os bandeirantes desbravaram o interior do país, capturaram e escravizaram indígenas e negros. A estátua de Borba Gato, na Zona Sul de SP, foi incendiada, neste sábado. Estátua de Borba Gato é incendiada em São Paulo
A estátua de Borba Gato, na Zona Sul da cidade de São Paulo, foi incendiada, neste sábado (24). Segundo a Prefeitura da capital paulista é necessária uma perícia detalhada para avaliar as condições da estátua e definir qual tipo de reparo será feito.
Estátua de Borba Gato é incendiada em SP
Borba Gato foi um bandeirante. Os bandeirantes desbravaram o interior do país, capturaram e escravizaram indígenas e negros. Segundo historiadores, eles são responsáveis por exterminar etnias em confrontos.
Por causa deste passado, alguns projetos de lei pedem a proibição e retirada de monumentos que homenageiam escravocratas. Este assunto é discutido na Câmara dos Vereadores da cidade de São Paulo, na Assembleia Legislativa do Estado e na Câmara dos Deputados, em Brasília.
Veja filmes e livros sobre os bandeirantes
Filmes
500 Almas
Sinopse: “O delicado processo de reconstrução da memória e da identidade dos índios Guatós – através de depoimentos dos próprios membros da comunidade e de reconstituições de crimes realizados por homens brancos contra eles -, uma tribo indígena da região do Pantanal mato-grossense que foi descoberta muitos e muitos anos após ter sido considerada extinta e que atualmente se encontra disperso pela área.”
O caçador de esmeraldas
Sinopse: “Baseado na história do bandeirante Fernão Dias Paes Leme. Em meados do século XVII, Portugal estava envolvido em uma profunda crise financeira e estendeu seu domínio sobre o território brasileiro, à oeste, para procurar por pedras preciosas e ouro. Fernão Dias (Jofre Soares) é nomeado pelo rei como “governador das esmeraldas” e, apesar da idade avançada, aceita organizar, financiar e liderar a expedição pelo sertões brasileiros, em busca das lendárias riquezas infinitas.”
República Guarani
Sinopse: “Através de imagens de arquivos e depoimentos de célebres historiadores das mais diversas nacionalidades e linhas de pesquisa, Sylvio Back remonta os passos das missões jesuíticas que aportaram no Brasil e na América do Sul no século dezessete para compreender as formações e os costumes das antigas comunidades indígenas nativas que foram dizimadas pelo homem branco.”
Livros
“Os Bandeirantes” – (Saraiva, 2004)
“Bandeirantes – Os Comandos da Morte” – (Imago, 1999)
Dicionário de Bandeirantes e Sertanistas do Brasil – (Carvalho Franco – Itatiaia)
Relatos sertanistas – (Afonso Taunay – Biblioteca Paulista)
Negros da Terra – (John Manoel Monteiro – Cia das Letras)
Estátua de Borba Gato é incendiada no bairro de Santo Amaro