Boeing suspende metas financeiras anuais por incertezas em torno do 737 MAX


Lucro líquido da gigante americana de aviação caiu 13,2% no 1º trimestre, para R$ 2,1 bilhões. Laudo preliminar revela falha no sistema de estabilidade de avião que caiu na Etiópia
Reprodução/JN
A Boeing anunciou nesta quarta-feira (24) a suspensão de suas metas financeiras anuais após uma queda nas receitas no primeiro trimestre, devido à incerteza em torno de seu modelo 737 MAX, que protagonizou duas tragédias aéreas que deixaram um total de 346 mortos.
O lucro líquido caiu 13,2%, a US$ 2,1 bilhões, enquanto o faturamento foi de R$ 22,9 bilhões, o que implica uma queda de 1,98%, informou a gigante americana de aviação em um comunicado.