Bitcoin sobe 20% após compra misteriosa e atinge maior valor em quase 5 meses


Criptomoeda superou os US$ 5 mil pela primeira vez desde meados de novembro. Bitcoin é a criptomoeda mais conhecida do mundo
Divulgação
O bitcoin subiu para seu maior valor em quase cinco meses nesta terça-feira (5), provocando pequenas subidas de outras criptomoedas, depois que um grande pedido de um comprador anônimo desencadeou um frenesi de negociações por computador, disseram analistas ouvidos pela agência Reuters.
A criptomoeda original subiu 20% no comércio asiático, superando os 5 mil dólares pela primeira vez desde meados de novembro. Depois, se estabilizou em cerca de US$ 4.800, ainda com uma alta 16% em seu maior ganho em um dia desde abril do ano passado.
O bitcoin subiu para perto de US$ 20 mil no final de 2017, o pico de uma bolha impulsionada por investidores de varejo. Mas os preços do ano passado caíram em três quartos, e a comercialização foi dominado por fundos de hedge menores e empresas relacionadas à criptografia.
Bitcoin acumula histórico de hacks, compras inusitadas e altas e baixas no valor da cotação
O ganho desta terça-feira, provavelmente, foi desencadeado por um pedido avaliado em US$ 100 milhões nas bolsas norte-americanas Coinbase e Kraken e no Bitstamp de Luxemburgo, disse Oliver von Landsberg-Sadie, presidente-executivo da empresa de criptografia BCB Group.
“Houve uma única ordem que foi gerenciada por algoritmos em três locais, de cerca de 20 mil BTC”, disse ele.
Ainda assim, analistas não podiam apontar quaisquer desenvolvimentos específicos que pudessem explicar a grande encomenda do comprador misterioso.