Belo promove ‘In concert’, disco ao vivo com sucessos da carreira


Cantor lança o primeiro EP de álbum que registra números de turnê retrospectiva que aguarda o fim da pandemia para ser retomada. ♪ Em cena desde 1992, primeiramente como cavaquista e depois como vocalista de grupos de pagode, Belo já caminha efetivamente para os 30 anos de carreira. Contudo, o cantor e compositor paulistano – projetado na segunda metade dos anos 1990 como vocalista do popular grupo de pagode Soweto – lança mão da efeméride de 25 anos de carreira para promover a edição do primeiro EP do álbum ao vivo Belo in concert.
A rigor, a única efeméride possível para Belo festejar em 2020 seria a dos 20 anos da discografia solo iniciada com a edição do álbum Desafio em 2000. Ainda assim, a comemoração não se encaixaria no molde retrospectivo de Belo in concert, já que, no primeiro EP, há sucessos do Soweto entre as 13 músicas distribuídas ao longo das quatro faixas do disco disponibilizado na sexta-feira, 17 de abril.
Capa do álbum ‘Belo in concert’
Divulgação / ONErpm
Projeto de caráter revisionista, estruturado em medleys com hits de várias fases da carreira de Marcelo Pires Vieira, o álbum Belo in concert chega ao mercado fonográfico por vias independentes dois anos após o disco de estúdio De alma aberta (2018), álbum de músicas inéditas em que Belo reuniu convidados como o rapper Emicida, a dupla Simone & Simaria e o cantor Zeca Pagodinho.
Embora tenha enfrentado problemas com a Justiça nos anos 2000, tendo chegado a ficar preso, Belo se manteve popular e com público fiel ao longo de todo esse tempo. Tanto que os shows da turnê Belo in concert – iniciada em 2019 (quando o primeiro álbum do Soweto completou 25 anos) e com várias apresentações em compasso de espera neste ano de 2020 por conta da pandemia do coronavírus – vinham sendo feitos em casas de grandes dimensões. Vídeos de algumas dessas apresentações podem ser vistos no canal do artista no YouTube.