‘BBB20’: ‘Eu errei, me arrependo’, avalia Hadson após ser eliminado com 79% dos votos


Ex-jogador participou do ‘Mais Você’ e falou sobre estratégia que o levou ao paredão. ‘Eu deveria ter entrado normal’, lamentou. O ex-jogador de futebol Hadson, o Hadybala, foi o terceiro participante eliminado do BBB 20
Reprodução / TV Globo
Após ser eliminado do “BBB20” com 79,71% dos votos, Hadson esteve no “Mais Você” nesta quarta (12) e comentou sua estratégia de jogo no reality.
“Eu errei, tive uma falha.”
O ex-jogador analisava a estratégia de se aproximar das mulheres comprometidas no programa para prejudicar a imagem delas com o público. Hadson disse que a ideia não foi só dele. “Um conjunto de ideias com o mesmo propósito”, disse em referência aos seus colegas de confinamento, Felipe Prior e Lucas Gallina.
“Não fui eu que criei aquilo. Foi cada um falando um pedaço que queria fazer para que a gente pudesse chegado à final. Errei na hora errada, não era para ter falado aquilo”, disse o ex-participante.
O ex-jogador disse que aceitou a estratégia porque entrou no programa focado em jogar. “Entrei no ‘Big brother’ muito focado no game. Quando eu estou competindo, sou dessa forma”, analisou.
Hadson revelou que se arrependeu do plano de sedução. “Me arrependo de ter comprado essa ideia. Eu deveria ter entrado como eu sou, normal.”
A apresentadora Patrícia Poeta perguntou ao ex-jogador se ele se considerava machista, após críticas de alguns espectadores. “Não me considero um cara machista. Tenho 38 anos de idade e é a primeira vez que passo por uma situação dessa. Mas assumo que errei e dá o direito às mulheres de acharem que eu sou.”
“Vou aprender com meu erro e vou buscar crescer com isso. Não sou contra a bandeira do feminismo.”, disse.
Saiba mais sobre Hadson
O ex-jogador profissional de futebol Hadson tem 38 anos e é de Belém do Pará. Aos 14, começou a trilhar seu caminho no esporte, na categoria de base do Corinthians. O teste foi em São Paulo e a viagem de ônibus até a cidade durou três dias. Depois disso, com o objetivo de dar melhores condições de vida para a família, passou por clubes de oito países da Europa, três asiáticos e um no Oriente Médio. “Nunca visei fama, sempre visei o dinheiro de que precisava”, explica.
BBB: Relembre quais foram os vencedores de todas as edições