BB tira do ar propaganda com jovem negra careca e homens de cabelo rosa e no salão de beleza


Assessoria do Banco do Brasil diz que ‘faltaram outros perfis’ de jovens. Segundo ‘O Globo’, presidente Jair Bolsonaro vetou campanha, cujo objetivo era incentivar a abertura de contas. Trecho da propaganda do Banco do Brasil vetada pela direção da instituição
Reprodução
O Banco do Brasil informou nesta quarta-feira (25) ter retirado do ar uma peça de propaganda que incentivava jovens a abrir conta no banco. Segundo a assessoria da instituição, o diretor de Marketing da instituição deixará o cargo.
No vídeo, de 30 segundos, são exibidas imagens de pessoas que, segundo a locutora, “fazem carão”, “biquinho de ‘vem cá me beijar'”, “quebrada de pescoço para o lado”, “papada negativa”, “cara de rica irritada” e “movimento natural esquisito”.
Enquanto a narradora fala, são exibidas imagens de pessoas agindo conforme a narração.
Aparecem no vídeo uma mulher careca negra; um homem em um salão de beleza; uma mulher negra com cabelo loiro; outra com cabelo rastafari; um homem com cabelo rosa; uma mulher com cabelo curto e um homem em ambiente de festa.
Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, o presidente Jair Bolsonaro vetou a campanha.
“O presidente Bolsonaro e eu concordamos que o filme deveria ser recolhido. A saída do diretor é uma decisão de consenso, inclusive com aceitação do próprio”, afirmou Novaes ao colunista.
A assessoria do banco informou que o presidente da instituição, Rubem Novais, tomou a decisão de tirar do ar a peça de propaganda por entender que “faltaram outros perfis” de jovens.
“Ao avaliar o vídeo, o presidente do Banco do Brasil considerou que faltaram outros perfis de jovens brasileiros que o Banco busca alcançar com suas campanhas de publicidade”, informou a assessoria do banco.
Procurada, a assessoria da Presidência da República informou que não vai comentar o assunto.
Em um trecho do vídeo, a locutora diz que, para a pessoa abrir a conta, precisa baixar o aplicativo do banco e mandar uma foto selfie com “cara de quem não paga tarifa mensal nem anuidade do cartão”.
Enquanto ela fala, são exibidas imagens de pessoas em festa, de um idoso, além de um homem negro com camisa rosa em uma rua.
Troca no banco
De acordo com o Banco do Brasil, o comando da Diretoria de Marketing e Comunicação será alterado. “A saída do atual diretor ocorreu em decisão consensual com participação do próprio”, acrescentou.
Conforme a assessoria, o diretor não foi demitido – está em férias e, quando retornar, o BB vai avaliar a situação dele.
Mas, informou a assessoria, já está decidido que não retornará para o cargo de diretor de Marketing e Comunicação.
“O BB seguirá buscando adequar suas campanhas publicitárias aos segmentos de público que deseja alcançar”, informou a assessoria.
Rubem Novaes não viu a campanha antes de a peça ser veiculada porque, segundo a assessoria do banco, não faz parte de suas atribuições aprovar comerciais.