Banda Eddie dispara ‘Canhão 75’ ao apresentar o álbum ‘Atiça’ na íntegra


♪ A banda Eddie abriu o calendário fonográfico do ano passado com a edição, em 1º de janeiro de 2020, de Atiça – Lado A, EP que adiantou cinco faixas do oitavo álbum do grupo formado em Olinda (PE) em 1989.
Decorrido um ano e meio, Fábio Trummer (voz e guitarras), Alexandre Urêa (percussão e voz), Andre Oliveira (trompete, teclados e sampler), Rob Meira (baixo) e Kiko Meira (bateria) apresentam o álbum Atiça na íntegra.
Às cinco músicas do carnavalesco EP de 2020 (Amassando amassa, Apocalíptico, Atiça, Aurora dos novos tempos e Na veia), pautado pelo frevo, Eddie adiciona outras cinco músicas – Canhão 75 (tema do repertório do Clube Carnavalesco Misto Lenhadores), Copa dos edifícios (tema sobre o isolamento social na pandemia), Rainha Matamba (ijexá de autoria de Lepê Correa e Valdi Afonjah transformado pelo Eddie em bossa punk em gravação feita com a participação de Isaar), Preciso levantar e Para os nossos filhos – para completar o repertório do álbum Atiça.
Capa do álbum ‘Atiça’, da banda Eddie
Divulgação
Além da cantora pernambucana Isaar, o disco tem participações de Sofia Freire – na regravação de Na veia (José Paes Lira e Emerson Calado, 2003), música do Cordel do Fogo Encantado – Gangga Barreto e Orquestra Henrique Dias (em Aurora dos novos tempos).
Primeiro álbum da banda Eddie desde Mundo engano (2018), Atiça foi gravado no estúdio Fruta Pão Records, em Olinda (PE), por Homero Basílio, tendo sido mixado por JR Tostoi, Leo D. e Buguinha Dub, este também responsável pela masterização do disco.