BaianaSystem encorpa ‘Cabeça de papel’ em remix de Tropkillaz que dilui clima circense do single


Resenha de single
Título: Cabeça de papel – Remix
Artistas: BaianaSystem e Tropkillaz
Compositores: Russo Passapusso e Seko Bass
Gravadora: Máquina de Louco
Cotação: * * *
♪ Primeiro single solo da BaianaSystem após o álbum O futuro não demora (2019), Cabeça de papel foi lançado em 12 de dezembro.
Nesta gravação de clima circense, a banda soteropolitana amortizou o peso do pancadão da Baiana sem amenizar a crítica social recorrente em obra que alcançou picos de politização no álbum Duas cidades (2016).
Dois meses após apresentar a composição de Russo Passapusso e Seko Bass, a BaianaSystem encorpa Cabeça de papel com os beats do duo Tropkillaz em remix editado em single nesta quinta-feira pré-Carnavalesca, 20 de fevereiro, com capa que expõe arte criada por Corexplosion.
Na teoria, o single parece incendiário. Só que a solidificação do arranjo faz com que o clima circense de Cabeça de papel se dilua na pegada sintética do duo paulistano de música eletrônica formado pelos DJs e produtores Laudz e Zegon.
Na prática, o remix de Cabeça de papel surge sem o arrebatamento dos dois recentes singles anteriores da BaianaSystem, Miçanga e Corrida elétrica, lançados neste primeiro bimestre de 2020 com as participações de Antonio Carlos & Jocafi e de Armandinho Macedo, respectivamente.
Em que pese a força do Tropkillaz, Cabeça de papel marcha com mais propriedade na cadência original.