BaianaSystem corre atrás da renovação do trio elétrico em single com Armandinho Macedo


Banda lança tema instrumental em que harmoniza efeitos eletrônicos com guitarras baianas para celebrar os 70 anos da invenção de Dodô & Osmar. Capa do single ‘Corrida elétrica’, da BaianaSystem com Armandinho
Cartaxo
Resenha de single
Título: Corrida elétrica
Artistas: BaianaSystem e Armadinho Macedo
Compositores: Armadinho Macedo, Roberto Barreto, Russo Passapusso e Sekobass
Gravadora: Máquina de Louco
Cotação: * * * *
♪ Na Bahia, o Carnaval de 2020 marca sobretudo a celebração dos 70 anos do trio elétrico. Foi na folia de 1950 que Adolfo Nascimento (1920 – 1978), o Dodô, e Osmar Macedo (1923 – 1997) conectaram o som de alguns instrumentos à bateria de automóvel para animar a festa em Salvador (BA) com o toque de frevos.
Entre esses instrumentos, havia um protótipo de guitarra baiana, então denominada pau elétrico. A invenção eletrizante de Dodô & Osmar deu tão certo que foi aprimorada e industrializada, virando marca do Carnaval da Bahia.
Filho de Osmar, o músico Armandinho Macedo – ás da guitarra baiana e do bandolim – é herdeiro musical da dupla. Essa herança legitima e valoriza a conexão da banda BaianaSystem com Armandinho no single Corrida elétrica, lançado nesta sexta-feira, 14 de fevereiro.
Ao celebrar os 70 anos do Trio Elétrico, a BaianaSystem atualiza e ao mesmo tempo reverencia o som dos primórdios da eletrificação da música baiana com tema instrumental calcado na sintonia entre Armadinho e Roberto Barreto, dois heróis da guitarra baiana de gerações e estilos distintos.
Em passo frenético, Corrida elétrica abre mão da voz de Russo Passapusso, mas o cantor da BaianaSystem formatou o single, assinando com o baixista Sekobass o arranjo e a produção musical da faixa mixada por Dudu Marote e masterizada por Issy Sasaki.
As células rítmicas da septuagenária estética musical soteropolitana se amalgamam em Corrida elétrica com beats eletrônicos – com direito a efeitos produzidos por Dudu Marote – sem anular o protagonismo do duelo amigável entre as guitarras baianas de Armandinho e Roberto Barreto.
Composição inédita creditada Armadinho Macedo, Roberto Barreto, Russo Passapusso e Sekobass, Corrida elétrica promove interessante diálogo contemporâneo com o som de passado ainda tão presente no circuito carnavalesco da Bahia.
Com Corrida elétrica, a BaianaSystem apressa o passo para ir atrás do trio, contribuindo para renovar som ainda e desde sempre moderno e eletrizante. O futuro não demora.