Audi confirma 5 superesportivos da linha RS para o Brasil


Os modelos RS 6, RS 7 e RS Q8 chegam ainda em 2020, enquanto os SUVs RS Q3 e RS Q3 Sportback serão lançados no início de 2021. Audi RS Q8
Divulgação/Audi
A Audi anunciou uma renovação quase que completa da linha esportiva RS no Brasil. Ainda em 2020, o mercado brasileiro receberá as novas gerações de RS 6, RS 7 e RS Q8. Para o início de 2021, está marcada a chegada dos novos RS Q3 e RS Q3 Sportback. Os preços ainda não foram revelados.
Para os três primeiros modelos, o conjunto mecânico é exatamente o mesmo. O motor é um 4.0 V8 turbo de 600 cavalos de potência e 81,6 kgfm de torque, acompanhado de um câmbio automático de 8 marchas e tração integral.
Audi RS 6
Divulgação/Audi
Todos eles possuem sistema híbrido leve, com uma central eletrônica de 48 volts que permite maior eficiência e economia. Se o motorista soltar o acelerador a uma velocidade entre 55 e 160 km/h, o motor a combustão é desligado e o sistema elétrico mantém a aceleração.
Há também um esquema de desativação de cilindros. Em marchas altas e rotações baixas, 4 dos 8 cilindros são desativados para maior economia e suavidade. Eles são automaticamente reativados caso o motorista pressione o pedal do acelerador com mais força.
Audi RS 7
Divulgação/Audi
A perua RS 6 e o sedã RS 7 vão de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos, enquanto o SUV RS Q8 faz o mesmo percurso em 3,8 segundos.
Nos dois últimos, que só chegarão no início do próximo ano, o motor é um 2.5 turbo de cinco cilindros, 400 cv e 49 kgfm, com câmbio automático de 7 marchas e tração integral. Eles vão de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos, segundo a Audi.
Audi RS Q3
Divulgação/Audi
R8 e E-Tron Sportback para 2020
Audi R8
Divulgação/Audi
A Audi confirmou para o segundo semestre deste ano a chegada do novo R8 ao Brasil, que ganha discretas mudanças visuais. Em versão única, mas com livre possibilidade de personalização, ele sairá por R$ 1.234.990.
O superesportivo segue equipado exclusivamente com o motor 5.2 V10 de 610 cavalos de potência e 57,1 kgfm de torque, câmbio de 7 marchas e tração integral. Segundo a marca, o superesportivo vai de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos e tem velocidade máxima de 330 km/h.
Audi E-Tron Sportback
Divulgação/Audi
Também para este ano, a marca terá seu segundo modelo totalmente elétrico no Brasil. O E-Tron Sportback chegará no segundo semestre e deverá compartilhar a mecânica com o recém-lançado E-Tron “convencional”, que o G1 já andou.
É possível que ele compartilhe a mecânica do primeiro. Ou seja, dois motores elétricos que somam 408 cavalos de potência (184 cv vêm do motor dianteiro e 224 cv do propulsor traseiro) e 67,7 kgfm de torque, além de tração integral.