Após polêmica, rede de cinemas peruana retira aviso de ‘ideologia de gênero’ em ‘Lightyear’


Filme foi vetado em 14 países por causa da cena de um beijo lésbico entre a personagem Alisha Hawthorne e sua namorada. Marcos Mion fala sobre dublagem em ‘Lightyear’
Uma rede de cinemas no Peru retirou neste sábado(18) um alerta ao público sobre “cenas com ideologia de gênero” no filme de animação “Lightyear”, após uma forte polêmica.
O filme da Disney Pixar apresenta um breve beijo entre duas mulheres, atraindo críticas em mais de dez países de maioria muçulmana, que o proibiram.
“A história de Buzz Lightyear, o herói que inspirou o brinquedo, e que nos apresenta o lendário Space Ranger que conquistou gerações de fãs, contém cenas com ideologia de gênero”, disse o site Cineplanet após a estreia do filme na quinta-feira. Também publicou anúncios nos espaços de exibição.
“Parabéns Cineplanet por colocar um aviso de cenas ideológicas em um filme infantil”, tuitou o grupo La Familia Importa Perú.
Assista ao teaser de ‘Lightyear’
Já a organização feminista Demus afirmou: “Rechaçamos as expressões homofóbicas e desnecessárias do Cineplanet. Consideramos positivo que os filmes infantis mostrem a diversidade que somos e normalizem o amor em todas as suas formas”.
O filme narra as aventuras de Buzz Lightyear — um boneco astronauta que foi um dos protagonistas de “Toy Story” —, um capitão que tem a missão de salvar sua equipe após aterrissar em um planeta perigoso.
Após a polêmica, a rede de cinema divulgou um comunicado dizendo que não foi sensato publicar o aviso de “ideologia de gênero”.
Cena de ‘Lightyear’
Divulgação