Após impasse, reitor eleito é nomeado para assumir cargo no IFSC


Ainda não há data certa para posse de Maurício Gariba Júnior. Ele venceu 2º turno em 2019, mas MEC não o nomeou por causa de investigação em processo administrativo. IFSC – campus Florianópolis
IF-SC/Divulgação
O professor Maurício Gariba Júnior foi nomeado no Diário Oficial da União desta terça-feira (10) para ser o reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC). Ele venceu o 2º turno no ano passado, mas não tinha sido nomeado até então, segundo Ministério da Educação (MEC), por causa de uma investigação em processo administrativo (veja mais abaixo).
Após a nomeação nesta terça, a posse também depende do MEC, segundo o IFSC, e ainda não há data certa para que ele assuma o cargo. O G1 aguarda resposta do MEC sobre o caso.
Professor Maurício Gariba Júnior é nomeado como reitor no IFSC
Enquanto a posse não ocorre, está no posto o reitor pro tempore André Dala Possa. De acordo com o IFSC, a exoneração dele do cargo não havia sido publicada até 17h desta terça.
O mandato de Gariba será de quatro anos, conforme publicado no Diário Oficial da União.
Entenda o caso
No fim de 2019, Maurício Gariba Júnior foi eleito em segundo turno para ser o reitor do IFSC. Ele assumiria em 20 de abril de 2020. Porém, o MEC argumentou na época que ele era investigado em processo administrativo disciplinar e não o nomeou.
Dessa forma, o ministério designou Lucas Dominguini como reitor pro tempore. No entanto, ele pediu que a nomeação fosse anulada e disse que não assumiria o cargo.
O IFSC ficou duas semanas sem reitor, até André Dala Possa ser designado para o cargo como pro tempore, em portaria publicada em 4 de maio de 2020.
Em 15 de junho de 2021, a reitoria do IFSC foi notificada que a Corregedoria-Geral da União (CGU) arquivou o processo no qual Gariba era investigado.
Quem é o reitor nomeado
Maurício Gariba Júnior durante palestra na Alesc em 2014
Eduardo Guedes de Oliveira/Agência AL/Divulgação
Maurício Gariba Júnior é professor do IFSC desde 1989, no Departamento Acadêmico de Eletrônica do campus de Florianópolis. Foi também diretor-geral do mesmo campus, além de chefe do departamento, assessor de comunicação, assessor de relações externas, coordenador de curso de especialização e coordenador de tecnologia da informação e comunicação, todos cargos do campus de Florianópolis.
VÍDEOS: mais assistidos do G1 SC nos últimos 7 dias
Veja mais notícias do estado no G1 SC