Após falhas, Ministério da Saúde suspende distribuição de autoteste de HIV


Orientação veio após a falha identificada pela Anvisa que pode implicar na impossibilidade de interpretação do resultado. Kits estavam sendo usados em 14 municípios. Teste rápido HIV: Anvisa suspende distribuição de kits de autoteste
Caroline Aleixo/G1
O Ministério da Saúde suspendeu a distribuição de autotestes de HIV após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) detectar falhas nos kits usados. Segundo o ministério, a falha poderia implicar na impossibilidade de interpretação do resultado.
O pedido de teste pela Anvisa foi feito pelo próprio ministério depois de relatos de falha em dois lotes dos kits. Cada lote contém 4 mil autotestes.
Os kits de autoteste estavam sendo usados em 14 municípios: Rio de Janeiro, Florianópolis, Salvador, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Manaus, São Paulo, Campinas, Santos, Piracicaba, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto e São Bernardo do Campo.
O ministério orienta que quem tenha feito o teste com o kit cheque a linha de controle. Caso esteja ausente, o teste é inválido e a pessoa deve procurar o local onde retirou o autoteste para realizar um exame alternativo.
A Anvisa realizará novos testes em outros lotes dos kits.