Após chuvas, BR-163 é liberada para passagem de caminhões, diz ministro da Infraestrutura

Tarcísio Freitas afirmou que a expectativa é a de zerar fila de caminhões parados até o fim do dia. BR-163 é a principal rodovia de escoamento da safra do Centro-Oeste para os portos do Pará.
O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, afirmou nesta quinta-feira (7) que a BR-163 já está liberada nos dois sentidos e que a fila de caminhões parados deve ser zerada até o fim do dia.
Os caminhões, que levam a safra do Mato Grosso aos portos de Miritituba e Santarém, no Pará, estavam parados por causa das fortes chuvas dos últimos dias, que deixaram a estrada intransitável.
“Expectativa é zerar a fila de caminhões até o fim desta quinta, 24 horas antes do previsto”, informou o ministro.
Na quarta-feira, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que a BR-163 continuaria bloqueada até sexta-feira (8). Segundo o Dnit, os trechos foram degradados pelas intensas chuvas e pelo aumento do número de carretas que seguem do Mato Grosso em direção aos portos de Miritituba, no Pará.
A BR-163 é a principal via de escoamento de milho e soja do Centro-Oeste rumo aos portos do Arco Norte, no Pará. Apesar da importância da rodovia, parte da pista ainda não é pavimentada.
Há atualmente dois trechos sem asfalto, um de 51 km que chega a Miritituba (PA) e outro de 58 km em outro trecho da BR-163 que leva a Santarém (PA).