Aneel propõe reajuste médio de 6,32% para as tarifas de energia de São Paulo e região metropolitana

Proposta de reajuste da tarifa ainda passará por consulta pública antes de poder ser aplicado pela empresa Enel Distribuição. Mudança deve ocorrer a partir de 4 de julho de 2019. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs nesta terça-feira (2) um reajuste médio de 6,32% para as tarifas de energia da Enel Distribuição São Paulo, antiga Eletropaulo. A proposta da Aneel, no entanto, ainda passará por consulta pública e por uma nova análise antes de poder ser aplicada pela empresa.
A empresa atende 7,2 milhões de unidades consumidoras em 24 municípios da região metropolitana de São Paulo, e também da capital paulista.
Após passar por consulta pública, a proposta de reajuste da Enel Distribuição São Paulo será votada novamente pela diretoria da Aneel. As novas tarifas poderão ser aplicadas a partir de 4 de julho de 2019.