Anderson Cooper diz que não pretende deixar fortuna para o filho


Jornalista e apresentador da CNN é filho de uma socialite americana e afirmou que não pretende deixar ‘pote de ouro’ para o pequeno Wyatt Morgan, de 1 ano. Anderson Cooper, jornalista e apresentador da CNN, em foto com o filho Wyatt Morgan
Reprodução/Instagram
O jornalista e apresentador Anderson Cooper, que trabalha na rede de televisão CNN, afirmou que não pretende deixar um “pote de ouro” de herança para o seu filho, Wyatt Morgan, de apenas um ano.
“Não acredito em repassar grandes quantias de dinheiro”, disse o jornalista. “Não estou muito interessado em dinheiro, mas não pretendo ter algum tipo de pote de ouro para meu filho”.
“Vou seguir o que meus pais disseram: ‘A faculdade será paga, e então você tem que seguir adiante””, afirmou Cooper, que ganha cerca de US$ 12 milhões apenas com a CNN, segundo o Yahoo Finance.
Cooper participou do podcast “Morning Meeting” para falar sobre seu novo livro, “Vanderbilt: The Rise and Fall of an American Dynasty” (“Vanderbilt: o surgimento e a queda de uma dinastia americana”, em tradução livre), que conta a história de sua família.
Família rica
O apresentador é filho de Gloria Vanderbilt, socialite e modelo que morreu em 2019, aos 95 anos, e já havia dito em 2014 que achava que herança era uma “maldição” (veja mais abaixo).
Gloria nasceu em uma das famílias mais ricas dos Estados Unidos, segundo a revista “Insider”, pois era bisneta do Comodoro Cornelius Vanderbilt, que fez fortuna construindo um império ferroviário.
Depois ela construiu um império da moda que faturava US$ 100 milhões por ano, segundo a revista “Forbes”.
Anderson Cooper entrevista a mãe Gloria Vanderbilt
Divulgação/HBO
Barriga de aluguel
Wyatt Morgan nasceu de uma barriga de aluguel no ano passado e é o único filho único de Cooper, que o teve com seu ex-namorado Benjamin Maisani.
Cooper afirmou na entrevista que o livro é “uma carta para meu filho”. “É um livro que nunca pensei que escreveria. Em muitos aspectos, é uma família da qual realmente tentei me distanciar de grande parte da minha vida”.
‘Acho que é uma maldição’
Antes de sua mãe morrer, Cooper já tinha uma opinião crítica à possibilidade de receber herança. Ele disse ainda em 2014, no “The Howard Stern Show”:
“Não acredito em herdar dinheiro. Acho que é uma maldição”, afirmou o jornalista. “Desde quando eu estava crescendo, se eu sentisse que havia um ‘pote de ouro’ esperando por mim, não sei se teria ficado tão motivado”.
O jornalista Anderson Cooper, âncora da CNN, visita o SiriusXM Studios em 22 de setembro de 2021, em Nova York
Cindy Ord/Getty Images via AFP
VÍDEOS: as últimas notícias internacionais