Anac certifica novo jato executivo da Embraer


Com a certificação, começa a produção em série do modelo Praetor 600, que foi lançado no ano passado pela fabricante brasileira. Praetor 600 faz voo intercontinental sem escalas
Embraer/Divulgação
A Embraer divulgou na noite de quinta-feira (18) que o novo jato da companhia, o Praetor 600, recebeu o certificado da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O modelo executivo é da categoria super médio.
De acordo com a Anac, o certificado é expedido quando os requisitos como aeronavegabilidade e segurança são comprovados ao órgão. Até então, somente protótipos de testes voavam. Com a certificação, começa a produção em série do modelo.
O avião foi lançado pela fabricante brasileira no ano passado. As próximas etapas agora são a certificação do Praetor 600 pelas autoridades internacionais, agências como a americana FAA e a europeia EASA.
Jato executivo
De acordo com a Embraer, a autonomia do Praetor 600 é de 7.441 km, o que permite voos sem escala entre São Paulo e Cidade do Cabo, na África do Sul, Fortaleza a Madri, Manaus a Nova Iorque, por exemplo.
A aeronave tem capacidade para até 12 passageiros. O preço de lista é de US$ 21 milhões.
Com a certificação, tem início a preparação da linha de produção. As primeiras entregas devem ocorrer ainda neste ano, segundo a fabricante.
A fuselagem do Praetor 600 e os componentes são fabricados no Brasil. A Embraer informou que tem linha de montagem final em São José e nos EUA.
Aeronave comercial
A certificação do Praetor ocorre na mesma semana em que a Embraer celebrou a certificação, também pela Anac, do maior jato comercial que já produziu, o E195-E2.
O modelo, cuja estreia será neste ano com a aérea Azul, também recebeu certificações de agências estrangeiras.