Ana Sátila e Omira têm desafio pelo Campeonato Mundial de canoagem

Lance

Lance
Lance

As irmãs Ana Sátila, 22 anos, e Omira Neta, 18 anos, carregam a paixão por uma dose extra de aventura e coragem no DNA. Desde criança, as duas, que atualmente integram a Seleção Brasileira de Canoagem Slalom. As irmãs vão disputar juntas o Campeonato Mundial de Canoagem Slalom Rio 2018, que acontece de 15 a 30 de setembro, no Parque Radical do Rio.

– Nunca a vejo como rival. Quero sempre que ela reme bem. Estamos num nível um pouco diferente. Ela é muito jovem, então, tento passar um pouco do que sei para ela – garante Ana Sátila .

O presidente da Confederação Brasileira de Canoagem, João Tomasini Schwertner, destacou a participação das atletas pela Seleção Brasileira e a competição em si.

– O evento vai trazer ao Brasil a elite mundial da canoagem slalom. Será uma grande competição, realizada numa estrutura do legado olímpico, com a perspectiva de bons resultados para os brasileiros Ana Sátila e Pepê Gonçalves, que vêm obtendo bons resultados nos circuitos mundiais – avaliou.

A intenção ao trazer o campeonato mundial da modalidade ao Rio de Janeiro, segundo Tomasini, é justamente manter o legado olímpico vivo. Inclusive, a Seleção Brasileira de Canoagem Slalom treinou na pista olímpica de Deodoro de dezembro de 2017 a março de 2018. Atualmente, o centro de treinamento é em Foz do Iguaçu.

Na quinta-feira, logo pela manhã, várias equipes darão início aos treinos reavivando, mais uma vez, o espírito olímpico nas instalações. A corredeira do Parque Radical comporta até 25 atletas, que vão dividir a pista durante o período de treinamento.

O evento esportivo reúne, desde a semana passada, quando foi dado início aos treinos, cerca de 250 atletas de 40 países. As irmãs também iniciaram os treinos juntas nas corredeiras da pista de Deodoro, mas nem de longe esboçam qualquer rivalidade. Aliás, percebe-se uma imensa cumplicidade entre as duas.