Ana Costa e Zélia Duncan criam ‘Ciranda em casa’ com projeções sobre a vida após a quarentena


Artistas ampliam a parceria desenvolvida para o álbum-manifesto ‘Eu sou mulher, eu sou feliz’. ♪ Compositoras que intensificaram a parceria ao longo do ano passado para dar forma ao cancioneiro feminista apresentado no álbum-manifesto Eu sou mulher, eu sou feliz (2019), Ana Costa e Zélia Duncan ampliam a obra conjunta nesta quarentena.
Ciranda em casa é o nome da música feita pelas artistas – com música de Ana e letra de Zélia – nesse período de isolamento social. Na música, as compositoras relatam sensações dos “dias iguais” da quarentena e esboçam projeções sobre a vida após a pandemia do coronavírus.
♪ Eis a letra de Ciranda em casa, música composta por Ana Costa e Zélia Duncan neste mês de abril de 2020, em plena quarentena:
Ciranda em casa
(Ana Costa e Zélia Duncan)
Me encontrei pela casa
Os dias e as noites, deixei no quintal
Inventei outras horas de paz
Afinal, carnaval qualquer dia volta
Pra me tirar daqui
Despontou, madrugada
Do quarto pra sala
Só dias iguais
O que muda é o meu coração
E a cabeça
Pensando a melhor saída
Se a vida insiste, vai vingar
Me embrenhei na saudade
Do que era, do que foi, já foi
Não vai voltar
Mudou, renascerá
Se o mundo repensar
Se o mundo respirar
Se o mundo aceitar que não deu
Que não dá mais
Pra fingir que tava bom
Pra alguns, vou te contar
Pra muitos, nem pensar
Já chega de sofrer
A terra quer girar
Pessoas vão nascer
E a vida precisa vencer
Senão, melhor parar…