Amber Heard diz ter dado soco na cara de Johnny Depp para impedir que ele empurrase irmã da escada


No 2º dia de depoimentos na disputa entre os atores, Amber Heard diz que temia que que o ex-marido Johnny Depp empurrase sua irmã da escada, assim como teria feito com Kate Moss. Johnny Depp e Amber Heard deixam tribunal após depoimentos na quinta-feira (16)
REUTERS/Hannah McKay
Nesta terça-feira (21), segundo dia de depoimentos da atriz Amber Heard em processo iniciado por Johnny Depp na justiça britânica, ela admitiu ter dado um soco na cara do ex-marido em uma briga em 2015.
Mas Heard alega que tentava impedir que Depp empurrasse a irmã dela, Whitney Henriquez, da escada. Ela diz que ela se lembrou dos relatos de tabloides britânicos de que Depp teria empurrado da escada Kate Moss, com quem também já foi casado.
Segundo Amber Heard, naquela ocasião Johnny Depp já tinha agredido ela e sua irmã. Ela disse à Suprema Corte de Londres que ele a agrediu por anos e que ela nunca tinha revidado até aquele momento.
Johnny Depp nega acusações
No primeiro dia do depoimento, ela disse que Depp ameaçou matá-la. Ela está testemunhando contra o ex-marido na ação.
O ator está processando a News Group Newspapers, editora do jornal Sun, devido a uma reportagem de 2018 em que foi chamado de “espancador de mulheres” e que questionou sua escolha para atuar na franquia “Animais Fantásticos e Onde Habitam”.
Johnny Depp disse ao tribunal, na semana passada, que todas as alegações de Heard de abuso físico e verbal eram falsas. Ele nega ter sido violento com ela ou com qualquer outra mulher.
Em uma declaração por escrito juramentada ao tribunal, divulgada quando ela começou a depor no banco das testemunhas, Heard afirmou que foi seriamente abusada por Depp.
“Alguns incidentes foram tão graves que eu tinha medo que ele fosse me matar, intencionalmente ou mesmo perdendo o controle e indo longe demais”, disse ela no comunicado.
Semana Pop #95: Lembre de tragédias que envolveram atores de ‘Glee’, como Naya Rivera