Amazon oferee US$ 10 mil para funcionários se demitirem e abrirem empresas de distribuição


Varejista quer estimular o surgimento de empresas de entregas de pacotes para reduzir dependência do Serviço Postal dos EUA e da gigante FedEx. Pacote de entrega da Amazon em centro de distribuição da empresa, na Califórnia
Rich Pedroncelli/AP
A Amazon americana anunciou nesta segunda-feira (13) que oferece aos funcionários US$ 10 mil para que se demitam e se tornem empresários independentes para a distribuição de pacotes para a gigante do varejo online.
Em um comunicado, a Amazon disse que esse incentivo também incluiria três meses de salário para os funcionários que queiram iniciar sua própria empresa de entrega, e que eles teriam garantido um “volume de entrega constante” pela empresa.
A medida surge em um momento em que a Amazon busca reduzir sua dependência da atividade do Serviço Postal dos EUA e da gigantesca empresa de entregas da FedEx.
A Amazon lançou pela primeira vez em 2018 o programa “parceiro de serviços de entrega”, através do qual os funcionários interessados investem em seus próprios negócios e estima receitas de até US$ 300 mil para essa atividade.