Aldir Blanc recebe homenagens de cariocas na web e nas janelas

Em Laranjeiras, moradores aplaudiram na janela. Nas redes sociais, estão marcados um velório virtual com roda de samba e cantoria de ‘O bêbado e a equilibrista’. Aldir, que estava com Covid, morreu nesta segunda-feira, aos 73 anos. Initial plugin text
Cariocas anônimos e famosos têm prestado diversas homenagens ao compositor e escritor Aldir Blanc, que morreu de Covid-19 na madrugada desta segunda-feira (4).
Em 73 anos de vida, Blanc construiu uma obra musical e literária de grande valor para o Brasil. “O bêbado e a equilibrista”, feita com João Bosco e eternizada na voz de Elis Regina, foi seu sucesso mais lembrado durante o dia.
Famosos e autoridades lamentam morte de compositor e escritor
A música vai ser cantada coletivamente em janelas às 20h. A convocação virtual foi divulgada em redes sociais por gente como a cantora Mariana Baltar, que lançou recentemente um álbum só com canções de Aldir. Em seu perfil no Instagram, ela vai transmitir ao vivo.
Ela e muitos outros músicos também participa do gurufim virtual, transmitido ao vivo a partir das 19h, sem hora para acabar, no perfil @rodadobip no Instagram. O violonista Tiago Prata, o Pratinha, dá início à live, e depois passa a bola para Mariana Baltar e Marina Íris, que vão se revezar como mestre de cerimônias.
Initial plugin text
Palmas na janela
As homenagens começaram logo depois da notícia da morte. Amigos, músicos e admiradores postaram mensagens e vídeos em redes sociais.
Em Laranjeiras, na Zona Sul, moradores foram às janelas bater palmas para Aldir (veja acima).