Álbum expressivo de Rosinha de Valença, ‘Um violão em primeiro plano’ ganha reedição em LP


Capa do álbum ‘Um violão em primeiro plano’, de Rosinha de Valença
Reprodução
♪ Um dos títulos mais expressivos da discografia da violonista fluminense Rosinha de Valença, (30 de julho de 1941 – 10 de junho de 2004), o álbum Um violão em primeiro plano tem relançamento em LP previsto para este segundo semestre de 2021.
A iniciativa é da cooperativa fonográfica Três Selos, que negociou com a gravadora Sony Music – detentora do acervo da RCA-Victor – o licenciamento para produzir a reedição em LP deste álbum lançado originalmente em 1971, há 50 anos.
Sexto álbum da artista, que teria feito 80 anos em 30 de julho, Um violão em primeiro plano é álbum celebrado por expor toda a maestria da violonista no toque do instrumento presente no título e na capa do disco.
Nesse álbum, Rosinha de Valença toca músicas como a toada Asa branca (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, 1947) e as então recentes London London (Caetano Veloso, 1970) e Zanzibar (Edu Lobo, 1970), além de cair no suingue – com a voz e o violão – do samba Mudei de ideia (Antonio Carlos & Jocafi, 1971) e do Samba da minha terra (Dorival Caymmi, 1940).
Mesmo que a Rosinha de Valença eventualmente cante no disco, o violão está sempre em primeiro plano, como enfatizado no título desse álbum que tem deslumbrado ouvintes ao longo dos últimos 50 anos.