Aeronaves se chocam durante curso para pilotos, em Itápolis (SP)

Duas aeronaves se chocaram em curso para formação de pilotos em Itápolis, SP

Duas aeronaves se chocaram em curso para formação de pilotos em Itápolis, SP
Divulgação / WhastApp / 12.07.2018

Duas aeronaves colidiram por volta das 7h30 da manhã desta quinta-feira (12) no Aeroclube de Itápolis, município do interior de São Paulo. 

De acordo com o depoimento de um piloto que testemunhou o acidente e preferiu não se pronunciar, uma das aeronaves estava sendo utilizada para um treinamento e o outro avião, do aeroclube, estaria em voo solo.

As duas aeronaves teriam iniciado o pouso ao mesmo tempo, quando a hélice do avião do aeroclube se chocou com o estabilizador da aeronave utilizada para o treinamento.

Com isso, ambas se chocaram e a aeronave em treinamento, que estava voando mais baixo, caiu. De acordo com a testemunha, três pessoas saíram dos aviões de pequeno porte sem ferimentos graves. O piloto relatou ainda que as pistas chegam a ter 15 aeronaves em um mesmo circuto. “É muito raro acontecer isso”, relatou. 

Hélice do avião se chocou em estabilizador da aeronave

Hélice do avião se chocou em estabilizador da aeronave
Divulgação / WhastApp / 12.07.2018

A reportagem do R7 entrou em contato com o Aeroclube de Itápolis, mas não obteve retorno até o momento da publicação da matéria. 

Pelas imagens, é possível perceber que a cabine e as asas de uma das aeronaves ficaram totalmente destruídas.

"É muito raro acontecer isso", diz piloto testemunha

“É muito raro acontecer isso”, diz piloto testemunha
Divulgação / WhastApp / 12.07.2018

Segundo o Cenipa, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, investigadores do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA IV) realizarão a chamada ação inicial da ocorrência, envolvendo as aeronaves de matrícula PR-JEA e PR-EJK.

O procedimento, segundo o órgão, é o começo do processo de investigação e tem como objetivo coletar dados, fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que observaram a sequência dos fatos.

Além disso, a investigação realizada pelo Cenipa busca prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram.