Aerolíneas e Latam cancelam voos de terça-feira na Argentina


Sindicatos contrários ao programa de austeridade do presidente Mauricio Macri prometem paralisação de 24 horas na Argentina. Avião da Aerolíneas Argentinas, em imagem de arquivo
Enrique Marcarian/Reuters
Voos programados para esta terça-feira (30) na Argentina estão sendo cancelados pelas companhias aéreas devido a uma paralisação de 24h anunciada por sindicatos contrários ao programa de austeridade do presidente Mauricio Macri.
A companhia aérea argentina Aerolíneas Argentinas e a Latam anunciaram o cancelamento de todos os voos programados para terça-feira no país vizinho. Procuradas pelo G1, Gol e Azul ainda não comentaram o assunto.
A Latam recomenda os passageiros que tenham adquirido passagens para 30 de abril que reprogramem a data do voo e informou que oferecerá a opção de reembolso “sem multa e para todos os bilhetes não utilizados”. Questionada pelo G1, a aérea não informou o número de voos cancelados.
Na Aerolíneas Argentinas, os cancelamentos afetarão 350 voos e 22 mil passageiros, informou a companhia. “Estes cancelamentos devem-se à paralisação marcada para terça-feira por sindicatos que representam trabalhadores em terra e em voo”, disse a empresa
A paralisação de 24 horas marcada para terça-feira deve fechar boa parte da economia argentina, atingida pela recessão e pela inflação, enquanto Macri luta para consertar sua imagem a tempo das eleições gerais de outubro, na qual ele concorrerá a um segundo mandato, informa a agência Reuters.
Argentina anuncia medidas para conter inflação e estimular consumo em meio à crise
Telefones e canais de contato das aéreas:
Latam
Telefones 4002-5700 (capitais do Brasil) e 0300 570 5700 (todo o Brasil) ou pelo site Latam.com
Aerolíneas Argentinas
Telefones: 0800-761-0254 (SAC), 0800-000-5050 (atendimento agências) e 0800-000-5051(deficientes auditivos) ou pelo site aerolineas.com