Adolescentes são apreendidos após atirarem contra rapaz em Porto Velho


Menores foram agredidos por populares antes da chegada da PM. Responsáveis pelos adolescentes foram informados sobre o crime. Suspeitos presos por tentativa de homicídio foram levados para a Central de Flagrantes de Porto Velho
Hosana Morais/G1
Dois adolescentes, de 14 e 15 anos, foram apreendidos após tentarem matar um rapaz de 18 anos na noite da última segunda-feira (12) na Linha Progresso, Zona Rural de Porto Velho. Os menores disseram à polícia que queriam matar o irmão da vítima por causa de uma menina. Eles foram agredidos por populares.
Segundo o boletim de ocorrência, a Polícia Militar (PM) foi acionada e informada que houve um disparo de arma de fogo e que um dos suspeitos estava com populares. Os militares foram até o local e encontraram diversas pessoas ao redor de um dos menores que estava no chão, machucado. Em seguida, a polícia recebeu de populares uma espingarda calibre 28 e um cartucho deflagrado, que estava com o suspeito.
Um homem se apresentou aos policiais, informou que seguiu o adolescente e que o suspeito havia efetuado um disparo, mas não o acertou. Em seguida, outras pessoas começaram a segui-lo até que ele foi segurado e agredido.
O adolescente disse aos policiais que foi com um outro menor até a casa de dois rapazes e que lá haviam ameaçado os dois de morte por causa de uma garota. Pouco depois, a dupla voltou ao local e encontrou apenas o irmão de uma das pessoas ameaçadas. O jovem estava sentado na varanda, e um tiro foi disparado. A dupla fugiu em seguida.
Os policiais foram até a casa da vítima e encontraram o segundo suspeito do crime, ele também estava no chão e havia sido agredido. Em conversa com o jovem que foi alvo da dupla, ele contou aos policiais que estava em frente de casa sentado, quando a dupla chegou de bicicleta, dispararam contra ele e depois entraram em um matagal. O jovem relatou ainda que pediu socorro e populares seguiram os adolescentes.
Após verificação dos fatos, os menores receberam voz de prisão por tentativa de homicídio e foram levados para a Central de Flagrantes da cidade. A arma usada pelos menores foi entregue na delegacia. Os responsáveis pelos adolescentes foram informados sobre o crime e estiveram presentes na Central.

Powered by WPeMatico