Adolescente morre asfixiado por colega de quarto em unidade de internação do DF


Dados da vítima e do autor não foram informados; Secretaria da Criança diz que não havia registro de confronto entre eles. Jovem foi levado à UPA de São Sebastião, mas não resistiu. Fachada da Unidade de Internação São Sebastião, no DF
Google/Reprodução
Um adolescente que cumpria medida socioeducativa no Distrito Federal morreu, nesta quinta-feira (12), após ser asfixiado por um colega de quarto. Segundo a Secretaria da Criança, o jovem estava na Unidade de Internação de São Sebastião e chegou a ser socorrido e levado à UPA da região, mas não sobreviveu.
O caso foi registrado na madrugada desta quinta. O nome, a idade e a ficha infracional dos envolvidos não foram divulgadas porque, segundo o governo, esses dados são protegidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente.
Ao G1, a secretaria informou que os adolescentes já compartilhavam o mesmo quarto na unidade há algum tempo, e que não havia registro anterior de confronto entre eles. Até as 16h, a pasta não tinha informações sobre o motivo da briga que levou à morte de um dos jovens.
Em nota, a Subsecretaria do Sistema Socioeducativo informou que “presta, agora, todo o atendimento social à família da vítima, com apoio psicológico e orientações para sepultamento”.
O Ministério Público e a Vara da Infância do DF foram notificados do caso. O adolescente apontado como autor da morte foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente, e deve sofrer nova penalização.
Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.